Coronavírus

Mais 79 mortes e 3.772 casos de Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas

Não houve nenhum novo internamento em cuidados intensivos.

Saiba mais...

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 79 mortes e 3.772 novos casos de infeção, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde desta quinta-feira.

Desde o início da pandemia morreram em Portugal 4.724 pessoas dos 307.618 casos de infeção confirmados. Foram considerados recuperados mais 5.572 doentes, totalizando agora 229.018.

Das 79 mortes registadas nas últimas 24 horas, 37 ocorreram na região Norte, 25 na região de Lisboa e Vale do Tejo e 17 na região Centro. Entre os 79 mortos há 42 homens e 37 mulheres.

Há menos 8 doentes internados em enfermaria, totalizando 3.330. Não houve nenhum doente internado nas Unidades de Cuidados Intensivos nas últimas 24 horas, mantendo-se os 525 de ontem.

As autoridades de saúde têm em vigilância 77.988 contactos, menos 827 em relação a quarta-feira.

Dados por região

Segundo o boletim da DGS, 62,2 % dos novos casos de infeção situam-se na região Norte, que contabilizou nas últimas 24 horas mais 2.244 infeções, totalizando 161.886 casos e 2.255 mortos desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados 960 novos casos de infeção, contabilizando-se até agora 100.960 casos de infeção e 1.671 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 444 casos de infeção, contabilizando-se agora 30.870 e 607 mortos.

No Alentejo foram registados 54 novos casos, totalizando 6.426 casos de infeção e 121 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados 31 novos casos de infeção,somando 5.456 casos e 51 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 35 novos casos nas últimas 24 horas, somando 1.096 infeções detetadas e 17 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou quatro novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 924 infeções e dois óbitos.

Género e faixa etária

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 135.675 homens e 166,707 mulheres, de acordo com os casos declarados.

O boletim de hoje refere que há 5.236 casos confirmados que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de uma forma automática.

Do total de vítimas mortais, 2.462 eram homens e 2.262 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

País em estado de emergência

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 08 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana e feriados a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo, e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

Pico da segunda vaga já foi atingido. R(t) em 0,99 a nível nacional

Os especialistas, dirigentes dos partidos políticos e parceiros sociais analisaram a situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal num encontro no Infarmed durante a manhã de hoje.

Segundo o investigador André Peralta Santos, da Direção-Geral da Saúde, a epidemia de Covid-19 atingiu o pico da sua incidência em Portugal no dia 25 de novembro, verificando-se já uma tendência de descida..

"Entrámos em fase descendente" de contágios e internamentos

O primeiro-ministro afirmou hoje que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas.

Vacina da Pfizer poderá chegar a Portugal a 1 de janeiro

A vacina contra a covid-19 da Pfizer e BioNTech poderá chegar a Portugal no dia 1 de janeiro de 2021, três dias depois da aprovação da Agência Europeia do Medicamento, que está prevista para 29 de dezembro.

O anúncio foi feito esta quarta-feira pela diretora-médica da Pfizer Portugal, em entrevista à RTP.

Numa primeira fase, está previsto que sejam vacinados 300 mil portugueses.

Cerca de 1,5 milhões de mortos e 64,5 milhões de casos no mundo

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.495.205 mortos resultantes de mais de 64,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os países que registaram o maior número de novas mortes são os Estados Unidos, México e Itália.

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que tem o maior número de mortes em relação à sua população, seguida pelo Peru, Espanha (97) e o Itália.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global