Coronavírus

Vida de luxo de alguns empresários da restauração em greve de fome criticada nas redes sociais

Empresários acusados de ostentação recusam viver acima das possibilidades.

Especial Coronavírus

Nove empresários da restauração, bares e discotecas cumprem esta quinta-feira o sétimo dia de greve de fome em frente à Assembleia da República.

Nas redes sociais, têm surgido fotografias que mostram um vida de luxo de alguns dos manifestantes, que rejeitam viver acima das possibilidades.

Os nove empresários instalados à porta do Parlamento exigem um apoio a fundo perdido, isenção da TSU até ao final do ano, redução do IVA da restauração para 6% e o fim do recolher obrigatório ao fim de semana a partir das 13 horas.