Coronavírus

Desentendimento entre PSP e GNR no transporte de vacinas

MAI abre inquérito, secretário de Estado da Saúde Lacerda Sales desvaloriza incidente em Évora.

Saiba mais...

É um desentendimento entre PSP e GNR no transporte de vacinas que já levou o Ministério da Administração Interna a abrir um inquérito ao que se passou, esta segunda-feira em Évora.
A PSP bloqueou a passagem de uma carrinha que seguia para o Algarve porque esta estava a ser escoltada pela GNR.

À saída do hospital de Évora, onde tinha então sido entregue o primeiro lote de vacinas, e ainda com uma remessa com destino ao Algarve, a polícia entende que a partir dali a jurisdição compete-lhe a si e o desentendimento acontece.

Com vacinas para entregar, ao fim de meia hora com a carrinha impedida de sair do parque hospitalar, sai com a PSP, ultrapassando a questão com uma espécie de escolta conjunta, após indicação das hierarquias.

A GNR confirma à SIC que a regra que existe é que o transporte de mercadorias como esta pelo país é algo que compete à Guarda Nacional Repúblicana, mesmo que entre numa zona urbana
em que o patrulhamento está a cargo da PSP.

Lacerda Sales desvaloriza incidentes em Évora com vacina que é "luz ao fundo do túnel"

O secretário de Estado Adjunto da Saúde considerou "uma luz ao fundo do túnel" o início da vacinação contra a covid-19 e desvalorizou os incidentes em Évora, na segunda-feira, com o transporte das vacinas.

Questionado pelos jornalistas no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), onde assistiu esta manhã ao início da vacinação dos profissionais de Saúde, o secretário de Estado lembrou que o Governo "já abriu um inquérito" sobre os alegados incidentes entre a PSP e a GNR na distribuição da vacina, na segunda-feira, nesta unidade hospitalar.

Trata-se de "uma matéria do Ministério da Administração Interna (MAI) e, portanto, não vou comentar", disso o governante, frisando, contudo, que o arranque da vacinação é "a imagem que ficará, com certeza, para a História e que se sobreporá a todas as outras questões".

Veja também:

  • Dez dicas para pais, alunos e escolas no regresso às aulas

    País

    O regresso à escola é sempre desafiante para pais, crianças e professores. Os novos começos não são fáceis e, por isso, às vezes é bom contar com ajuda. Reunimos dez dicas: cinco de um professor e cinco de uma psicóloga que podem ser usadas como um guia prático para quem quer entrar com o pé direito no novo ano letivo.

    Ana Luísa Monteiro