Coronavírus

Arranca a vacinação contra a covid-19 nos lares de idosos

Começa esta segunda-feira em Mação, Santarém.

Saiba mais...

A vacinação contra a covid-19 nos lares de idosos arranca esta segunda-feira em Portugal continental, em Mação, Santarém, com mais de 100 pessoas de duas instituições a receberem a vacina.

Os utentes e funcionários da Casa de Idosos de São José das Matas (51 pessoas) e da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos (61 pessoas) serão os primeiros a receber as vacinas.

A agenda do dia

A ministra Ana Mendes Godinho, acompanhada da secretária de Estado da Ação Social, Rita Mendes, do secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, e do secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares e coordenador da região de Lisboa e Vale do Tejo, Duarte Cordeiro, vão marcar presença no arranque da vacinação, agendada para as 15:00, na Casa de Idosos de São José das Matas.

Às 16:00 a vacinação prossegue no lar da Santa Casa da Misericórdia de Cardigos.

Esta operação começa um dia depois de a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) e da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social (CNIS) terem manifestado a sua preocupação com o aumento nos últimos dias de surtos em lares de idosos.

Açores já começaram a vacinar nos lares de idosos, Madeira arranca hoje

Nos Açores, a administração de vacinas em lares de idosos teve início na semana passada e na Madeira começa também esta segunda-feira.

Vacinação arranca nos lares dos 25 concelhos de maior risco

Depois de se ter iniciado o processo no dia 27 de dezembro com a administração da primeira dose da vacina da Pfizer-BioNTech a profissionais de saúde, a ministra da Saúde, Marta Temido, tinha assegurado que a primeira fase da campanha de vacinação iria alargar-se aos lares situados nos 25 concelhos em risco extremo de incidência da covid-19, de acordo com os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde (DGS).

"Está prevista a entrega de vacinas da Pfizer na semana que começa a 04 de janeiro. Nesse momento, iremos prosseguir a vacinação dos profissionais de saúde, mas também iremos avançar na vacinação em estruturas residenciais para idosos. O critério de início desta vacinação é relacionado com os concelhos onde há maior incidência de covid-19", afirmou a governante na terça-feira.

Em causa estão, assim, os municípios com uma taxa de incidência superior a 980 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, numa lista que deverá ser novamente atualizada esta segunda-feira pela DGS.

De acordo com Marta Temido, 11 concelhos estão integrados na Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, oito na ARS do Alentejo, cinco na ARS do Centro e um na ARS de Lisboa e Vale do Tejo, explicando ainda que "são cerca de 150 estruturas residenciais para idosos e da rede de cuidados continuados" que vão ser abrangidas nesta nova etapa.

Vacinação será estendida a mais lares na próxima semana

Para a próxima semana está já prevista a extensão da vacinação em lares de idosos dos outros concelhos.

Portugal recebeu até ao momento 79.950 doses da primeira vacina aprovada pela Agência Europeia do Medicamento (EMA) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) contra o novo coronavírus.

Para as próximas quatro semanas são esperadas outras remessas de dimensão similar da Pfizer, sendo que o calendário da primeira fase de vacinação deve prolongar-se até ao mês de abril.

Veja também: