Coronavírus

Covid-19. Presidente da República renova estado de emergência por oito dias

TIAGO PETINGA

Números dos últimos dias impõe um grande esforço, afirma Marcelo Rebelo de Sousa.

Saiba mais...

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, renovou esta quarta-feira o estado de emergência por oito dias devido à covid-19.

Numa nota no site da Presidência, Marcelo aponta que ainda são "escassos os dados relacionados com o período de festas, lembrando que só no dia 12 serão ouvidos os especialistas acerca das medidas a tomar no futuro.

"Escassos são ainda os dados que possam ser relacionados com o período decorrido entre 23 e 27 de dezembro, ou seja, o período de alívio de medidas pelo Natal, bem como do período seguinte, de Ano Novo, embora os números mais recentes sejam muito preocupantes, demonstrando a imperiosidade das medidas de emergência.", pode ler-se no site.

O Presidente da República refere ainda que os números dos últimos dias impõe um grande esforço, ao mesmo tempo que dá conta da vontade de cessar "logo que não seja estritamente necessário" o estado de emergência.

"A pandemia continua, ainda, a ir mais depressa do que a vacinação", alertou Marcelo, motivo pelo qual são necessários fazer sacrifícios, que se impõe a todos, "a começar pelo Presidente da República".

Portugal ultrapassou esta quarta-feira as 10 mil infeções por coronavírus em apenas 24 horas, no mesmo dia em que o Presidente da República teve conhecimento da infeção de um contacto próximo.

Marcelo Rebelo de Sousa testou negativo nos testes de antigénio e PCR e, depois de autorizado pelas autoridades de saúde, irá estar presente no debate das presidenciais, esta noite na SIC, com André Ventura.