Coronavírus

Portugal com mais 156 mortes e 10.556 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Armando Franca / AP

Novos máximos diários de óbitos e infeções desde o início da pandemia.

Especial Coronavírus

Portugal regista esta quarta-feira mais 156 mortes relacionadas com a covid-19 e 10.556 novos casos de infeção com o novo coronavírus, os valores diários mais elevados desde o início da pandemia, segundo o boletim Direção-Geral da Saúde.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 8.236 mortes e 507.108 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta quarta-feira ativos mais 5.940 casos, num total de 116.328.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 4.240 doentes, mais 197 em relação a terça-feira, das quais 596 em cuidados intensivos, menos 3.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 130.887 contactos, mais 5.591 relativamente a ontem.

O boletim revela ainda que foram dados como recuperados mais 4.460 doentes. Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram 382.544 pessoas.

DADOS POR REGIÃO

Relativamente às 156 mortes registadas nas últimas 24 horas, 67 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 36 na região Norte, 36 na região Centro, 11 no Alentejo e 6 no Algarve.

Segundo os dados, a maioria dos novos casos notificados de hoje estão na região de Lisboa e Vale do Tejo e na região Norte.

O boletim revela que a região de Lisboa e Vale do Tejo registou 3.793 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, a região registou 167.547 casos de infeção e 2.910 mortes.

Na região Norte foram notificadas mais 3.628 infeções, contabilizando-se até agora 242.209 casos e 3.569 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 2.136 casos, acumulando-se 65.184 infeções e 1.269 mortos.

Já no Alentejo foram assinalados mais 475 casos, totalizando 16.205 infeções e 347 mortos desde o início da epidemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 411 novos casos, somando 10.982 infeções e 99 mortos.

A Madeira registou 44 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 2.256 infeções e 20 mortes devido à covid-19.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 69 novos casos nas últimas 24 horas, somando 2.725 infeções e 22 mortos.

DADOS POR GÉNERO E FAIXA ETÁRIA

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 228.094 homens e 278.847 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 167 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 4.289 eram homens e 3.947 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguido das pessoas com idade entre os 70 e os 79 anos.

Parlamento aprova renovação do estado de emergência

O Parlamento aprovou esta quarta-feira o nono diploma do estado de emergência do Presidente da República, para fazer face à pandemia de covid-19, com os votos a favor do PS, PSD, PAN, CDS e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues.

PCP, PEV, Chega, Iniciativa Liberal e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira votaram contra e o Bloco de Esquerda absteve-se da votação.

Face às anteriores votações do estado de emergência, realizadas em novembro, dezembro e no início deste mês, CDS-PP e PAN passaram da abstenção para o voto a favor, ao lado de PS e PSD.

Este diploma modifica o estado de emergência atualmente em vigor, com novas normas que se aplicam nos últimos dois dias desse anterior decreto, que termina às 23:59 de sexta-feira, e renova-o por mais 15 dias, desde as 00:00 de sábado, 16 de janeiro, até às 23:59 de 30 deste mês.

Especialistas divididos sobre fecho de escolas

O primeiro-ministro quer fechar as escolas até aos 12 anos e, não havendo um consenso científico, António Costa diz que a decisão de encerrar ou não será política.

A decisão relativa às escolas será tomada em Conselho de Ministros, mas o ministro da Educação fez questão de reforçar a justiça do ensino presencial.

Marcelo defende que é preciso "travão de reforçada emergência" com confinamento

O Presidente da República defendeu esta quarta-feira que é preciso "criar um travão de reforçada emergência", com confinamento, para inverter o crescimento acelerado da covid-19 em Portugal antes de haver vacinação generalizada.

Numa nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa anunciou a renovação do estado de emergência até 30 de janeiro, assinalando que teve o apoio de "mais de 90% dos deputados" - CDS-PP e PAN juntaram-se a PS e PSD no voto a favor, BE absteve-se.

Madeira com recolher obrigatório a partir de hoje

A partir de hoje há novas regras na Madeira para conter a pandemia. O recolher obrigatório estende-se aos dias de semana e estão suspensas as aulas presenciais do 3.º ciclo e do secundário.

O executivo regional decidiu, igualmente, manter em vigor o recolher obrigatório aos fins de semana entre as 18:00 e as 05:00, anunciado na semana passada.

Pandemia já matou mais de 1,96 milhões de pessoas no mundo

A covid-19 já matou pelo menos 1.963.557 pessoas no mundo e infetou mais de 91.574.350 desde o início da pandemia, em dezembro de 2019, segundo o levantamento realizado hoje pela agência de notícias AFP de fontes oficiais.

Desde o início da pandemia, pelo menos 56.306.300 pessoas já foram consideradas curadas.

Na terça-feira, 17.623 mortes e 737.900 novos casos foram registados em todo o mundo.

Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus levantamentos mais recentes são os Estados Unidos com 4.473 novas mortes, México (1.314) e Reino Unido (1.243).

Links úteis

Mapa com os casos a nível global