Coronavírus

Novo confinamento. O que vai fechar?

Restaurantes, comércio não-essencial, ginásios e espaços culturais são alguns dos espaços que encerram a partir desta sexta-feira.

Saiba mais...

Esta sexta-feira, Portugal regressa ao confinamento em moldes semelhantes aos aplicados em março de 2020. E muitos negócios vão ter de encerrar, como fizeram no início da pandemia.

Cafés e restaurantes deixam de ter clientes no interior e só podem funcionar em regime de take away ou entregas ao domicílio.

As lojas que não vendam bens alimentares ou produtos considerados essenciais têm de voltar a fechar, seja na rua ou nos centros comerciais. O mesmo se aplica a cabeleireiros e salões de estética.

Os ginásios ou recintos desportivos vão encerrar e os eventos ficam cancelados. A cultura, um dos setores mais atingidos pela pandemia, volta a parar e os espaços culturais fecham novamente as portas: cinemas e teatros, museus, bibliotecas e salas de concerto.

Os locais de diversão, como discotecas e bares, jardins zoológicos, casinos, salões de jogos e parques vão também ser interditados durante o novo confinamento, que está previsto, para já, até dia 30 de janeiro.

Consulte aqui as novas medidas do estado de emergência