Coronavírus

António Costa evita falar sobre o impacto económico do confinamento

Primeiro-ministro não avança com datas para a reabertura do comércio.

Saiba mais...

Na conferência de imprensa desta sexta-feira sobre a renovação do estado de emergência, o primeiro-ministro António Costa não se alongou sobre o estado da economia, ainda que reconheça o custo que as medidas do estado de emergência têm para o país.

Manter as atuais medidas de confinamento pode agravar a fragilidade económica em que o país se encontra. Todavia, para o primeiro-ministro, não há para já outra solução.

António Costa admite que no passado foi possível controlar a pandemia no país com um impacto menor na economia, mas a atual situação não permite aliviar as medidas.