Coronavírus

Setor da restauração considera que hora de fecho imposta vai comprometer negócio

Nesta quarta fase do desconfinamento, os restaurantes, pastelarias e cafés passam a poder estar abertos até 22:30.

A partir deste sábado, o horário da restauração será alargado e volta a ser possível jantar fora até às 22:30. Alguns proprietários de restaurantes, em zonas turísticas, consideram que a hora de fechar é cedo e dizem que vai comprometer o negócio.

A antecipação da aplicação da medida foi pedida pelos responsáveis do setor. Ao entrar em vigor o alargamento do horário, os restaurantes, cafés e pastelarias podem aproveitar o Dia do Trabalhador e o Dia da Mãe para faturar.

O limite horário é igual aos fins de semana e aos dias da semana. A lotação máxima permitida são seis pessoas por mesa no interior dos espaços e 10 nas esplanadas.

Esta nova medida é um alento e uma esperança para quem tanto investiu nas medidas de segurança e que vai poder exibir o selo Safe&Clean, depois de tanto tempo com as portas fechadas ou a vender ao postigo e em take away.

49% das empresas de restauração e alojamento registaram, segundo a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), quebras de faturação acima dos 90%. Com esta reabertura, espera-se que todos cumpra com rigor as restrições ainda existentes, nesta fase em que o país passa de estado de emergência para situação de calamidade.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros