Coronavírus

"Angela Merkel acaba por criticar o Governo português e aí é que dói" 

Opinião

Bernardo Ferrão analisa as críticas da chanceler alemã.  

Saiba mais...

A chanceler alemã lamentou, esta terça-feira, a falta de regras comuns na União Europeia em relação às viagens. Angela Merkel criticou mesmo Portugal por ter deixado entrar turistas britânicos, sabendo do elevado número de casos da variante Delta no Reino Unido.

Para Bernardo Ferrão, a chanceler alemã queria, sobretudo, criticar a falta de coordenação entre os Estados-membros, desde que se instalou a pandemia de covid-19.

"Neste caso, a enorme falta de coordenação nas entradas nos países membros da União Europeia. Cada país tem quase que a sua regra (...) Há aqui uma enorme confusão."

Na Edição da Tarde, destaca as críticas que Angela Merkel acaba por fazer ao Governo português por ter permitido a entrada britânicos, numa altura em que já se sabia que a variante Delta estava a tornar-se dominante no Reino Unido.

"Outra vez, temos uma variante a entrar pelo Reino Unido em Portugal, altamente contagiosa, que se está a ver, neste momento, no número de infetados."

Bernardo Ferrão fala ainda sobre as declarações do Presidente da República sobre Portugal não voltar ao estado de emergência.

"Para mim, o que Marcelo está, sobretudo, a dizer é que o Governo tem de pôr mãos à obra."