Coronavírus

40% das pessoas que tiveram covid-19 mantêm sintomas três meses após a infeção

Cansaço e problemas de sono são as principais queixas.

Saiba mais...

40% das pessoas que tiveram covid-19 mantêm algum sintoma três meses após a infeção. As queixas mais relatadas são fadiga, distúrbios do sono e sintomas depressivos moderados a graves. São conclusões de um estudo feito no Hospital de S. João, no Porto.

Dos cerca de 7 mil doentes diagnosticados com covid-19 no Hospital de S. João, 3 mil aceitaram participar neste estudo. Foi durante a primeira e segunda vagas da pandemia quando ainda não havia vacinação. 40 % revelaram que continuaram com sintomas três meses após terem contraído a doença.

As mulheres têm um risco aumentado de condição pós-covid, bem como todos os grupos etários acima dos 30 anos. Os investigadores ainda não conseguem explicar o que provoca a persistência da sintomatologia.

A persistência de sintomas por 90 ou mais dias é conhecida como covid longa. A designação foi atribuída pela Organização Mundial da Saúde.

Veja também: