Coronavírus

Máscara e distância deixam de ser obrigatórias em Inglaterra. O que dizem os britânicos?

Correspondente SIC

Reino Unido tem registado 50 mil casos por dia. Governo mostra confiança na vacinação. 

Saiba mais...

Inglaterra avançou esta segunda-feira para a última fase do desconfinamento. Terminou a obrigatoriedade do uso de máscara e do distanciamento social. Um alivo de restrições que surge numa altura em que o número de novos casos dispara.

A pressa era tanta que muitos nem quiseram esperar pelo próximo fim de semana e fizeram logo a festa no domingo à noite. 16 meses depois, as discotecas inglesas reabriram.

Esta segunda-feira foi o "Dia da Liberdade" para os ingleses. A máscara deixou de ser obrigatória e o distanciamento social passou a ser uma coisa do passado.

A última fase do desconfinamento inglês arranca em plena onda de calor e muitos saíram à rua. Uns apreensivos, outros nem por isso. Dizem que vão continuar a usar máscara.

O primeiro-ministro apelou ao bom senso dos ingleses e aqueles com quem a SIC falou parecem estar dispostos a seguir o conselho.

O Reino Unido tem registado cerca de 50 mil novos casos por dia e pode chegar aos 10 mil muito em breve. Números que Boris Johnson diz estarem de acordo com as previsões.

O Governo confia na eficácia das vacinas. Os números mostram o enfraquecimento do elo de ligação entre contágios e internamentos e mortes.