Coronavírus

Arranque do terceiro ano letivo em pandemia: regras sanitárias entram em funcionamento

Cerca de 1,2 milhões de alunos regressam às aulas esta semana.

Saiba mais...

O regresso às aulas começou esta semana, com cerca de 1,2 milhões de alunos a entrarem no terceiro ano letivo em pandemia. Tal como nos anos anteriores, as regras sanitárias tornaram-se, novamente, prioridade para evitar o ensino à distância.

Na escola EB1 de Massamá, os pais acompanham as crianças do primeiro ano até à porta da escola.

Na secundária Augusto Gomes, no Porto, regressam alunos do 7.º e 10.º anos, com três entradas diferentes, sempre com as máscaras colocadas.

Cerca de 1.300 alunos do 3.º ciclo ao secundário serão testados e professores e funcionários já fizeram o rastreio, apesar de já terem o esquema vacinal completo.

As escolas seguem as normas da Direção-Geral da Saúde e ministro da Educação cumpre a tradicional abertura do ano letivo no Bairo do Cerco, no Porto.

Os alunos enfrentam o terceiro ano letivo em pandemia e Tiago Brandão Rodrigues lembra o esforço, a importância do ensino profissional e a necessidade de todos recuperarem aprendizagem, depois do regime à distância.

REGRAS SANITÁRIAS PARA ESTE ANO LETIVO

Nas creches, os pais continuam a deixar as crianças à porta.

A DGS desaconselha a partilha de brinquedos e recomenda o distanciamento entre as crianças nas sestas e refeições.

Nas escolas, a máscara é recomendada a partir do 1.º ciclo e obrigatória a partir do 2.º, mesmo no recreio.

Para evitar contágios, há rastreios à covid-19 a professores, pessoal não docente e alunos do 3.º ciclo e ensino secundário.

A grande novidade nas regras sanitárias deste ano está relacionada com o isolamento. Se for detetado um caso positivo numa turma, já não vão todos para casa durante duas semanas.

Os alunos com contactos de baixo risco ou que testem negativo devem regressar à escola.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE REGRESSO ÀS AULAS: