Eleições no Brasil

Grande confusão em debate no Brasil: jornalista é insultada, moderador atira telemóvel de candidato

Deputado Estadual e candidato a Deputado Federal por São Paulo
Deputado Estadual e candidato a Deputado Federal por São Paulo
Facebook Douglas Garcia

Jair Bolsonaro já tinha ofendido a mesma jornalista durante um debate.

O deputado estadual Douglas Garcia, dos Republicanos, insultou uma jornalista durante um debate entre candidatos ao Governo de São Paulo, esta quarta-feira, na TV Cultura.

A jornalista estava na zona de imprensa quando foi abordada pelo deputado. Douglas Garcia aproximou-se de Vera Magalhães e disse que é "uma vergonha para o jornalismo".

A jornalista em causa publicou um vídeo do momento no Twitter.

No momento dos insultos, o mediador do debate pegou no telemóvel de Douglas Garcia e arremessou-o para longe. O apresentador diz que as ofensas do deputado à jornalista são antigas.

A jornalista, que saiu do local do debate escoltada, vai apresentar queixa.

Já antes, o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tinha ofendido a jornalista durante um debate.

A jornalista trata-se de Vera Magalhães, colunista do jornal "O Globo", apresentadora de um programa da TV Cultura e ainda comentadora da CBN.

Douglas Garcia estava na comitiva do ex-ministro e candidato republicano Tarcísio de Freitas.

Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores, ao Governo de São Paulo, criticou o comportamento de Garcia:

"Lamento e repudio veemente a agressão sofrida contra Vera Magalhães enquanto exercia a função de jornalista. É uma atitude incompatível com a democracia".

Deputado nega ofensas

Nas redes sociais, o deputado negou as ofensas e contou que se aproximou para questionar o contrato da mesma com a TV Cultura.

No final do vídeo publicado nas redes sociais, volta a repetir as ofensas que terá feito durante o debate.

Reação de candidatos à Presidência da República

Os candidatos à Presidência da República também utilizaram as redes sociais para repudiar a ofensa do deputado.

Lula da Silva considera a ação um "ataque" contra a jornalista e "desrespeito". Já Simone Tebet fala numa "barbaridade".

Deputados pedem saída de Douglas Garcia

Os deputados estaduais Emídio de Souza e Paulo Fiorilo, ambos do Partido dos Trabalhadores, vão pedir à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a saída de Gouglas Garcia.

contra esse tipo de postura que lutamos diariamente. Nojo desse tipo de pessoas que se esconde na imunidade parlamentar para intimidar e agredir", escreveu Paulo Fiorilo.

Douglas Garcia está envolvido em vários casos de agressões, polémicas e denúncias feitas ao Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Últimas Notícias
Mais Vistos