Eleições no Brasil

Nova sondagem dá a Lula sete pontos de vantagem sobre Bolsonaro

Nova sondagem dá a Lula sete pontos de vantagem sobre Bolsonaro
Sebastiao Moreira

Candidato do PT consegue mais dois pontos do que na sondagem feita pela mesma empresa há uma semana.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem 50% das intenções de voto e o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro 43%, de acordo com uma sondagem divulgada esta segunda-feira a menos de uma semana da segunda volta das eleições.

A sondagem da Ipec mostra os candidatos dois pontos mais próximos do que numa sondagem realizada pela mesma empresa há uma semana, que mantém a projeção da vitória de Lula. Se apenas forem tidos em conta os votos válidos, descartando os votos em branco e inválidos, Lula obteria 54% dos votos, em comparação com 46% para o seu rival.

Na primeira volta das eleições presidenciais, realizada a 2 de outubro, o antigo presidente Lula (2003-2010) foi o candidato mais votado, com 48,4% dos votos, e o atual presidente seguiu-o com 43,2%.

Os dados da sondagem Ipec são mais favoráveis a Lula do que a última sondagem da Datafolha, que coloca o líder do Partido dos Trabalhadores com 49% dos votos e Bolsonaro com 44%.

As empresas de sondagem têm sido amplamente questionadas no Brasil por não terem detetado a força de Bolsonaro e dos seus aliados na primeira volta das eleições.

As sondagens principais previram a vitória de Lula e o segundo lugar de Bolsonaro, mas estimaram a diferença entre os dois entre 10 e 15 pontos percentuais.

Após as eleições de 2 de outubro, vários aliados Bolsonaro apelaram a uma investigação sobre os fracassos das sondagens e sugeriram também que os apoiantes do líder braileiro não respondessem às empresas de sondagem.

A sondagem da Ipec tem uma margem de erro de dois pontos percentuais e foi elaborada com 3.008 entrevistas realizadas entre o sábado e esta segunda-feira em 184 municípios de todo o Brasil.

Parte dos entrevistados participou no estudo após o debate realizado na noite de domingo entre Bolsonaro e Lula.Lula da Silva e Jair Bolsonaro defrontam-se na segunda volta das eleições presidenciais em 30 de outubro

Últimas Notícias