Eleições nos EUA

Donald Trump: uma vida entre os negócios e a política com muita polémica à mistura

Empresário e homem de família, tem cinco filhos e casou três vezes, Donald Trump mostrou desde cedo vontade de fazer história. E fez. Primeiro, com negócios milionários, depois na política. É Presidente dos EUA desde janeiro de 2017 e quer continuar a ser. Tem 74 anos e uma vida recheada de conquistas, algumas derrotas e muita polémica à mistura.

Frederick Christ Trump, descendente de imigrantes alemães, e Mary Anne MacLeod, imigrante de Lewis, na Escócia, conheceram-se nos EUA, em 1930, e casaram seis anos depois. Tiveram cinco filhos. Donald John Trump, o segundo filho do casal, nasceu a 14 de junho de 1946.

Donald Trump cresceu em Queens, um dos cinco distritos da cidade de Nova Iorque e, aos 13 anos, foi enviado pelos pais para a Academia Militar. Saiu-se bem, tanto social como academicamente, e formou-se em 1964.

Depois de terminar a escola militar, Trump voltou a morar com os pais, indeciso entre seguir os passos do pai ou tentar uma oportunidade em Hollywood. A rejeição da Universidade Southern California acabou por levá-lo para os negócios do pai, acabando por se matricular na faculdade de Fordham em Nova Iorque, ainda em 1964.

Dois anos depois, pediu transferência para a reconhecida faculdade de Wharton School of Finance da Universidade da Pensilvânia, onde se formou em Economia, em 1968.

Durante os anos da faculdade, trabalhou sempre no negócio imobiliário do pai durante o verão.

AP

O controlo do império da família

Depois de formado, Donald Trump assumiu o controlo dos negócios e reuniu os empreendimentos da família na “Trump Organization”.

Disposto a fazer fortuna, em 1971, deixou Queens e mudou-se para Manhattan.

Em 1974, iniciou o seu primeiro grande projeto com a reforma do prédio do Hotel Comodoro, quando se associou ao grupo hoteleiro Hyatt e o transformou no Grand Hyatt.

Em 1977, Trump casou-se pela primeira vez com Ivana Trump, uma modelo nova-iorquina. Do casamento nasceram três filhos: Donald Trump Jr. (1977), Ivanka (1981) e Eric (1984).

Mike Blake

Na década 80, tornou-se proprietário de edifícios como a Trump Tower, na 5.ª Avenida de Nova Iorque, o Trump Parc, o Plaza Hotel e o New Jersey Generals.

Estendeu ainda os seus negócios ao mundo dos casinos em Atlantic City e Nova Jérsia e ao ramo dos transportes através da companhia aérea Trump Shuttle.

Bancarrota e divórcio mediático

Marty Lederhandler

Em 1987 lançou a autobiografia The Art of Deal, seguindo-se três anos depois uma outra, Surviving at the Top.

Ironicamente, em 1990, o seu império entrou em situação de bancarrota porque Donald Trump não conseguiu pagar à banca uma dívida acumulada de dois biliões de dólares.

Nesse mesmo ano, terminou o casamento com Ivana Trump, tendo ficado desfeito um dos casais mais mediáticos da alta sociedade americana.

No final da década de 90 conseguiu recuperar a fortuna e resolveu contar a sua história no livro The Art of the Comeback, naquela que era já a sua terceira autobiografia.

A entrada no mundo do espetáculo: os concursos de Miss e a televisão


Donald Trump dedicou-se, entretanto, ao mundo do espetáculo e tornou-se produtor do concurso Miss América e, mais tarde, do Miss Universo.

Paralelamente, participou em diversas séries de televisão e filmes representando-se a si próprio, como aconteceu em O Princípe de Bel Air e Sozinho em Casa 2.

O divórcio com Ivana Trump, que encheu muitas páginas de jornais, fica resolvido em 1992.

Reuters

Um ano depois, Donald Trump casou-se pela segunda vez com Marla Maples, uma atriz com quem já estava envolvido há algum tempo e com quem já tinha uma filha, Tiffany. O casamento dura aproximadamente quatro anos.

Em 1997 entrou o pedido de divórcio, que se tornou definitivo em junho de 1999, com um acordo pré-nupcial que deu dois milhões de dólares a Maples.


Também em 1999, Donald Trump anuncia a intenção de candidatar-se a Presidente dos Estados Unidos da América nas eleições de 2000, mas acabou por não avançar.

MARTY LEDERHANDLER

A partir de 2004, passou a coproduzir e apresentar na NBC o reality show The Apprentice, em que as aptidões dos concorrentes eram avaliadas por Donald Trump. O vencedor era contratado para administrar um dos seus empreendimentos.

Com uma constante presença na televisão e o seu modo extravagante Trump tornou-se uma das pessoas mais polémicas do país.

Leah Millis

O casamento com Melania

Em 2005, casou-se com a modelo Melania Knauss, 23 anos mais nova, numa luxuosa cerimónia realizada na Florida. Entre as muitas celebridades convidadas para o casamento estavam Hillary Clinton e o ex-Presidente Bill Clinton.

Melania é natural do Novo Mesto, na Eslovénia. Um ano depois, o casal teve um filho, Barron William Trump.

Joshua Roberts

A chegada à Casa Branca

Trump voltou a virar a atenção para a política e, em 2015, apresenta a candidatura à presidência americana nas eleições de 2016, como representante do Partido Republicano.

No dia 19 de julho de 2016 seu nome foi confirmado nas primárias do partido, para disputar a sucessão de Barack Obama.

Após uma longa disputa com Hillary Clinton, e contrariamente ao que previam as sondagens e as projeções, Donald Trump vê confirmada a vitória nas urnas a 9 de novembro de 2016. Esta foi uma das disputas presidenciais mais contenciosas da história dos EUA. A 20 de janeiro de 2017 toma posse o 45º Presidente dos EUA: Donald Trump.

A família por perto num mandato polémico

Os filhos de Trump - Donald Jr. e Eric - trabalham como vice-presidentes executivos da The Trump Organization e assumiram os negócios da família enquanto Trump é o Presidente.

A filha, Ivanka, também foi vice-presidente executiva da The Trump Organization, mas deixou o negócio e a própria marca de moda para ingressar na administração de Trump e para se tornar assistente do Presidente. O marido, Jared Kushner, também é conselheiro de Trump.

Carlos Barria

Decisões e afirmações polémicas marcaram o mandato de Donald Trump. Comentários, muitas vezes provocatórios, sobre os imigrantes, o novo coronavírus ou o aquecimento global ficam no currículo do atual Presidente dos EUA.

Trump tem também sido criticado pela gestão do país durante a pandemia de covid-19, pela falta de transparência ou veracidade de informações e por ser frequentemente visto como apoiante de grupos violentos e de supremacistas brancos.

À procura do segundo mandato

Ir a Marte, ensinar o excecionalismo americano nas escolas e levar grupos como a Antifa à justiça são alguns dos objetivos de Donald Trump para os próximos quatro anos.

Já para 2020, promete uma vacina contra a Covid-19. Sob o slogan "A lutar por si", o atual Presidente dos EUA apresenta uma lista dezenas de tópicos, onde ao lado da Educação, da Saúde e da Imigração estão as preocupações com a China.

Adorado por uns e odiado por outros, Donald Trump vai defrontar o candidato do Partido Democrata, Joe Biden nas eleições de 3 de novembro, na tentativa de chegar a um segundo mandato na presidência dos EUA.

Acompanhe o especial Eleições nos EUA

VEJA TAMBÉM:

O que quer Donald Trump fazer no próximo mandato?
A visão de Joe Biden. Ideias "arrojadas" para reconstruir os EUA
Quem está contra e a favor de Trump?
As caras (conhecidas) que apoiam Joe Biden
A pandemia deu cabo de Trump?

  • 0:43