Eleições nos EUA

Eleições nos EUA. Republicanos estão a um lugar de garantir maioria no senado

Os republicanos têm agora 50 lugares no senado, contra 48 dos democratas.

O Partido Republicano dos EUA mantém a vantagem no Senado, com uma vitória esta quarta-feira no estado do Alasca, bastando-lhe eleger mais um senador para garantir a continuação do domínio na câmara alta do Congresso.

O titular do lugar em disputa, Dan Sullivan, foi esta quarta-feira reeleito com mais de 57% dos votos, de acordo com projeções dos canais televisivos CNN e NBC, confirmando o bom desempenho do Partido Republicano nas eleições para o Congresso, que decorreram em simultâneo com as eleições para a Presidência, que deram a vitória ao democrata Joe Biden.

Al Drago

Os republicanos têm agora 50 lugares no senado, contra 48 dos democratas, quando faltam ainda definir duas das 100 cadeiras da câmara alta do Congresso, que serão disputadas numa segunda volta, em 5 de janeiro, no estado conservador da Geórgia.

Assim, para darem mais margem de manobra política ao Presidente eleito, os democratas precisam de ganhar esses dois lugares, que lhes daria um empate em termos de senadores (50-50), que nas votações seria resolvido pela voz da vice-Presidente, Kamala Harris.

Nenhuma lei pode ser aprovada nos Estados Unidos sem a câmara alta, que também tem o poder de aprovar as nomeações do Presidente, incluindo os responsáveis dos departamentos, os juízes e embaixadores.

Se o Senado permanecer nas mãos dos republicanos, Joe Biden, que foi senador durante 36 anos, terá de usar todo o seu talento negociador para conseguir fazer passar a sua estratégia política.