Eleições nos EUA

Detido apoiante de Trump que carregou púlpito de Pelosi no Capitólio

A fotografia de Johnson carregar o púlpito de Nancy Pelosi é uma das imagens mais divulgadas do ataque ao Capitólio pelos apoiantes de Trump.

Adam Johnson, o apoiante do Presidente dos EUA, Donald Trump, que se fotografou a transportar o púlpito da líder democrata Nancy Pelosi durante o ataque de quarta-feira ao Capitólio foi detido na Florida.

O gabinete do xerife do condado de Pinellas, na Flórida, informou este sábado que Johnson foi capturado na sexta-feira com base num mandado de detenção federal.

Na foto criminal da detenção, Johnson aparece já sem o sorriso que exibia quando foi fotografado na quarta-feira durante a invasão do Capitólio dos EUA por partidários de Trump que compareceram a um comício do Presidente que os incentivou a marchar até ao edifício do Congresso.

Segundo as autoridades norte-americanas, Adam Johnson tem 36 anos, mora em Tampa e foi detido na sexta-feira, aguardando julgamento, não sendo especificadas as acusações.

PCSO

A fotografia de Johnson num dos átrios do Capitólio a carregar o púlpito da líder democrata da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, é uma das imagens mais divulgadas do ataque ao Congresso pelos apoiantes pró-Trump, em que morreram cinco pessoas, incluindo um polícia.

Os invasores destruíram várias salas da sede do Congresso e entraram em confronto com as forças de segurança, num episódio que alguns legisladores definiram como sendo uma tentativa de golpe e outros como um ato de insurreição.

A condenação do ataque foi generalizada, dentro e fora dos EUA, e Trump foi responsabilizado diretamente pelos acontecimentos como instigador da ação dos seus apoiantes, com líderes democratas a pedir a destituição do Presidente.

Por causa destes incidentes, Trump arrisca um processo de 'impeachment', que seria o segundo durante o seu mandato, antes da tomada de posse do futuro Presidente, Joe Biden, marcada para 20 de janeiro.