Presidenciais

Carta ao Presidente: peço humanidade, respeito, coragem e memória, muita memória

Canva

Sara Oliveira tem 24 anos e é técnica superior de educação social. Aceitou o desafio de escrever uma carta ao Presidente da República, seja ele quem for.

Gostaria de dizer ao nosso novo presidente, seja ele (a) quem for, que seja humano e tenha uma memória muito ativa. Não se esqueça, no exercer árduo da sua missão, que também é português.

Não se esqueça que, na ausência de poder, oportunidades, facilidades e bens, precisa de comer como todos, de dormir debaixo de um teto. Não se esqueça que tem direito à vida, à proteção, ao cuidado, que é marido/mulher de alguém, filho, irmão, pai... Que é humano.

Lembre-se que tem o direito de alimentar os seus, pôr os filhos na escola, proporcionar-lhes uma atividade extracurricular e levá-los ao médico quando necessário, mesmo que não tenha meios para tal. E que tem o direito a ser ajudado e protegido quando não o consiga fazer sozinho.

Quando for idoso, o Presidente vai querer usufruir de um final seguro, num local feliz onde seja cuidado respeitosamente. Permita, então, que os nossos idosos sejam assim tratados também.

O Presidente deve garantir que a todos nós, cidadãos portugueses, sejam aplicados estes mesmos direitos. Deve compreender a dificuldade de gerir e segurar um país – que se encontra numa crise económica e numa crise ambiental – para que não chegue ao fundo de uma crise social, que se inicia e necessita de toda a atenção que possa receber.

Peço ao nosso (a) Presidente que cuide de quem cuida, tanto a nível institucional e organizacional – hospitais, polícias, professores, técnicos sociais, psicólogos, entre outros – como a nível particular – pais, filhos ou quem prescinde da sua vida individual para a dedicar ao outro – preservando o seu bem-estar e saúde enquanto possível.

Estamos no início de um caminho longo... Por isso peço humanidade, respeito, coragem e memória, muita memória. Que o nosso presidente seja audaz, seja corajoso e Humano.

VEJA TAMBÉM:

ESPECIAL PRESIDENCIAIS