George Floyd

Polícias norte-americanos acusados de agredir casal durante protestos

Agentes dispararam armas taser para dentro do carro onde seguiam os jovens.

Um casal de jovens, que tentava regressar a casa depois dos protestos, foi atingido com tasers, retirados do carro à força e agredidos no chão. Mais um vídeo da atuação da polícia norte-americana que se tornou viral. O episódio aconteceu no sábado e os seis polícias envolvidos já foram acusados, ao contrários dos agentes implicados na morte de George Floyd.

A contestação contra a violência policial e o racismo nos Estados Unidos continua, esta quarta-feira, a moblizar milhares de pessoas por todo o país. A violência e as pilhagens parecem estar a diminuir mas, ao oitavo dia, e noite, ainda se registaram confrontos e centenas de detenções.

A morte de George Floyd


George Floyd, um afro-americano de 46 anos, morreu em 25 de maio, em Minneapolis (Minnesota), depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de Floyd dizer que não conseguia respirar.

Desde a divulgação das imagens nas redes sociais, têm-se sucedido os protestos contra a violência policial e o racismo em dezenas de cidades norte-americanas, algumas das quais foram palco de atos de pilhagem.

Pelo menos 9.000 mil pessoas foram detidas e o recolher obrigatório foi imposto em várias cidades, incluindo Washington e Nova Iorque.

Os quatro polícias envolvidos no incidente foram despedidos, e o agente Derek Chauvin, que colocou o joelho no pescoço de Floyd, foi detido, acusado de assassínio em terceiro grau e de homicídio involuntário.

A morte de Floyd ocorreu durante a sua detenção por suspeita de ter usado uma nota falsa de 20 dólares (18 euros) numa loja.

Veja mais:

  • 17:19