George Floyd

Polícia acusado da morte de George Floyd libertado após pagar fiança de 1 milhão de dólares

Derek Chauvin é acusado de homícidio.

O ex-agente de Minneapolis, acusado do homicídio de George Floyd, pagou esta quarta-feira uma fiança e foi libertado da prisão.

De acordo com os documentos do tribunal, Derek Chauvin pagou a fiança de 1 milhão de dólares - mais de 849 mil euros - e deixou as instalações Oak Park Heights, onde estava detido.

George Floyd, afro-americano de 46 anos, morreu durante uma detenção, quando o polícia agora em liberdade pressionou o joelho contra o seu pescoço durante cerca de 9 minutos.

O caso provocou uma onda de contestação, com manifestações contra o racismo e a violência policial, nos EUA e no resto do mundo.

Derek Chauvin é acusado de homícidio e os outros três agentes que o acompanhavam, Thomas Lane, J. Kueng e Tou Thao são acusados de ajudar e de encorajar o crime.

Os quatro homens devem ir a julgamento em março.