Guerra Rússia-Ucrânia

Câmara alta do Parlamento russo ratifica anexação de quatro regiões da Ucrânia

Câmara alta do Parlamento russo ratifica anexação de quatro regiões da Ucrânia
REUTERS/Alexander Ermochenko

Do lado ucraniano, as tropas de Kiev garantem, porém, ter quebrado o controlo total que a Rússia tinha de nas quatro províncias.

Loading...

A câmara alta do Parlamento russo aprovou, esta terça-feira, por unanimidade a anexação de quatro regiões da Ucrânia. Ao mesmo tempo, Kiev anuncia ter concretizado com sucesso o que designa de maior avanço no terreno desde o início da guerra.

As tropas de Kiev asseguram que recapturaram várias localidades na província de Kherson - uma das quatro regiões anexadas - e garantem ter destruído mais de 30 tanques russos e um lançador múltiplo de foguetes.

À margem do alegado avanço ucraniano, o Conselho da Federação ratificou por unanimidade a legislação para anexar as regiões de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporíjia depois da votação igual ontem na Duma, a câmara baixa do Parlamento.

Os documentos voltam agora ao Kremlin para a assinatura final do Presidente Vladimir Putin que vai formalizar a anexação as quatro regiões, que representam cerca de 18% do território ucraniano reconhecido internacionalmente.

A Rússia declarou as anexações depois de realizar o que chamou de referendos nas áreas ocupadas da Ucrânia.

Além de Kiev, uma grande parte da comunidade internacional condenou estas anexações, dizem que são o resultado de falsos referendos e comprometem-se a não reconhecer validade a esta decisão.

Rússia a perder terreno nas quatro regiões…

O Kremlin ainda não designou formalmente as fronteiras das novas regiões - grande parte sob o controlo das forças ucranianas. Na segunda-feira, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que ainda decorrem consultas sobre as fronteiras das regiões de Zaporíjia e Kherson.

Assim, ainda não é claro onde a Rússia demarcará as suas próprias fronteiras internacionais quando a anexação estiver concluída.

… E a Ucrânia a ganhar

A Ucrânia conseguiu mais ganhos no campo de batalha na segunda-feira, reconquistando território em várias dezenas de quilómetros atrás das linhas de frente na região sul de Kherson.

Loading...

As tropas russas controlam agora apenas cerca de 60% da região de Donetsk e 70% de Zaporíjia, enquanto os recentes avanços ucranianos conseguiram empurrar as linhas da frente novamente até Lugansk, região sobre a qual as forças russas reivindicaram controlo total em julho.

Confiante neste avanço, o Presidente da Ucrânia tomou entretanto uma posição importante, afastando qualquer possibilidade de negociação com o homólogo russo, Vladimir Putin.

[Notícia atualizada às 13:19]

Últimas Notícias
Mais Vistos