Guerra Rússia-Ucrânia

Explosão na ponte da Crimeia: Putin fala em "ato terrorista"

Explosão na ponte da Crimeia: Putin fala em "ato terrorista"
Contributor
Uma forte explosão, que as autoridades russas atribuíram a um camião armadilhado, danificou a ponte da Crimeia.

O Presidente russo, Vladimir Putin, acusou este domingo os serviços secretos ucranianos de estar por trás da explosão que danificou a ponte da Crimeia no sábado, que classificou como um "ato terrorista" contra uma infraestrutura importante.

"Os autores, executantes e patrocinadores são os serviços secretos ucranianos", disse Putin durante uma reunião com o presidente do Comité de Investigação da Rússia, Alexandr Bastrikin, segundo um vídeo distribuído pelo Kremlin.

Uma forte explosão, que as autoridades russas atribuíram a um camião armadilhado, danificou a ponte da Crimeia na manhã de sábado, uma ligação rodoviária e ferroviária que liga a Rússia a esta península ucraniana anexada em 2014.

A Rússia tinha-se até agora abstido de acusar a Ucrânia deste ataque, que provocou três mortos, e Kiev não reivindicou a autoria, mas responsáveis ucranianos multiplicaram comentários irônicos e trocistas sobre o sucedido.

A Ponte da Crimeia, construída com grandes custos e inaugurada em 2018 por Vladimir Putin, também é usada para transporte logístico das tropas russas que lutam na Ucrânia.

As autoridades ucranianas ameaçaram repetidamente alvejar a infraestrutura.

Últimas Notícias
Mais Vistos