Guerra Rússia-Ucrânia

Kiev suspende exportação de eletricidade após danos causados por ataques russos

Kiev suspende exportação de eletricidade após danos causados por ataques russos
NurPhoto

Os bombardeamentos atingiram a geração de calor e subestações elétricas no país.

A Ucrânia anunciou esta segunda-feira que vai suspender as exportações de eletricidade a partir desta terça-feira, devido aos danos causados pelos recentes bombardeamentos russos que afetaram várias instalações energéticas.

Os bombardeamentos desta segunda-feira, “que atingiram a geração de calor e subestações elétricas”, forçaram a Ucrânia “a parar as exportações de eletricidade a partir de 11 de outubro de 2022 para estabilizar o seu próprio sistema de energia”, anunciou o Ministro da Energia, German Galushchenko, através da sua conta no Facebook.

“Foi a exportação de eletricidade da Ucrânia que ajudou a Europa a reduzir o consumo de recursos energéticos russos. É por isso que a Rússia está a destruir o nosso sistema energético, matando a possibilidade de exportar eletricidade da Ucrânia", disse o ministro.

O primeiro-ministro da Ucrânia, Denis Shmigal, avançou que espera que seja possível reparar "entre hoje e amanhã” (terça-feira) as infraestruturas elétricas danificadas pelos ataques lançados pela Rússia nas últimas horas em várias cidades do país, incluindo Kiev, e que já fizeram pelo menos onze mortos.

Shmigal declarou que, apesar de "dezenas de mísseis" terem atingido as instalações e infraestruturas energéticas de até onze regiões e a cidade de Kiev, "a maioria" pode ser reparada ainda hoje.

"O fornecimento de eletricidade foi interrompido em quase todo o país. Há problemas com o abastecimento de água em oito regiões. O Governo, juntamente com todos os departamentos responsáveis, iniciou a implementação de um plano operacional para a reparação de aparelhos danificados", disse.

Para facilitar os trabalhos de reparação, Shmigal pediu à população que limitasse o consumo de eletricidade, especialmente à noite, pelo menos durante os "poucos dias" que se espera que todo este processo dure.

"Se possível, não ligue os dispositivos mais consumidores de energia — aquecedores, fogões elétricos e chaleiras, caldeiras, micro-ondas, máquinas de lavar roupa, máquinas de café, ferros – para reduzir a carga no nosso sistema elétrico e permitir restabelecê-lo o mais rapidamente possível", disse.

Últimas Notícias
Mais Vistos