Guerra Rússia-Ucrânia

Novo ataque russo a Zaporíjia faz mortos, vários feridos entre os quais uma criança

Novo ataque russo a Zaporíjia faz mortos, vários feridos entre os quais uma criança
Reuters

Várias explosões ouvidas em várias cidades ucranianas esta manhã.

Pelo menos uma pessoa morreu num novo ataque, ocorrido esta noite, no centro de Zaporíjia, anunciou hoje o secretário do conselho municipal da cidade do sudeste da Ucrânia, Anatoly Kurtev.

"Temos conhecimento de uma vítima, desde as 06:00" locais (04:00 em Lisboa), disse Kurtev, numa mensagem divulgada na rede social Telegram, citada pela agência de notícias Ukrinform.

De acordo com o responsável, cinco pessoas ficaram feridas no ataque, incluindo uma criança, atingida por estilhaços de vidro.

Os trabalhos de salvamento prosseguem, disse.

O ataque tinha sido denunciado antes pelo chefe da administração militar regional, Oleksandr Starukh, mas sem confirmação do número de vítimas.

"Como resultado do ataque com mísseis no centro de Zaporijia, um edifício residencial de vários andares foi novamente destruído. Há vítimas", escreveu.

Ataques anteriores a Zaporíjia

Um ataque no domingo fez pelo menos 13 mortos e 89 feridos, incluindo 11 crianças, enquanto o número de mortos do bombardeamento da passada quinta-feira subiu para 20.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, divulgou este domingo, no Facebook, um conjunto de imagens que revelam as consequências do ataque com mísseis russos em Zaporíjia para “o mundo ver a verdade”.

“O mundo deve ver a verdade. Um ataque com mísseis contra a população civil em Zaporíjia destruiu casas e prédios residenciais”, afirmou Volodymyr Zelensky, citado pela agência Ukrinform.

Zelenzky notou que a “Ucrânia nunca quis esta guerra”, nem nunca fez nada para provocá-la.

“Estamos a lidar com um Estado que não quer paz. Com um Estado terrorista”, vincou.

Últimas Notícias