Guerra Rússia-Ucrânia

Elon Musk garante à Ucrânia que vai continuar a financiar acesso a satélites

Esta fotografia tirada em 25 de setembro mostra uma antena do sistema de banda larga Starlink doado pelo bilionário de tecnologia dos EUA Elon Musk em Izyum, região de Kharkiv, durante a invasão russa da Ucrânia.
Esta fotografia tirada em 25 de setembro mostra uma antena do sistema de banda larga Starlink doado pelo bilionário de tecnologia dos EUA Elon Musk em Izyum, região de Kharkiv, durante a invasão russa da Ucrânia.
YASUYOSHI CHIBA
No mês passado, surgiram dúvidas se Musk continuaria a oferecer o sistema SpaceX Starlink para a Ucrânia.

Elon Musk garantiu à Ucrânia que vai continuar a financiar o acesso a uma rede de satélites que fornece a Kiev comunicações, cruciais na guerra com a Rússia, disse quarta-feira à Associated Press o vice-primeiro-ministro da Ucrânia.

De acordo com o também ministro da Transformação Digital da Ucrânia, Mykhailo Fedorov, Elon Musk disse "pessoalmente" ao governante que "continuará a apoiar a Ucrânia e a fornecer acesso ao Starlink [plataforma de satélites] à Ucrânia".

"Não há problemas por enquanto com o Starlink", disse Fedorov, em declarações à agencia de notícias, à margem da Web Summit, em Lisboa.

No mês passado, surgiram dúvidas se Musk continuaria a oferecer o sistema SpaceX Starlink para a Ucrânia.

Os seus mais de 2.200 satélites de baixa órbita fornecem um serviço de internet de banda larga a mais de 150.000 estações terrestres ucranianas.

O fundador da SpaceX publicou no Twitter, de quem é também recentemente proprietário, que estava a custar à empresa cerca de 20 milhões de dólares por mês atender às necessidades de comunicações da Ucrânia.

Loading...

Segundo a AP, autoridades norte-americanas confirmaram que Musk tinha pedido ao Departamento de Defesa que assumisse o financiamento do serviço que a Starlink fornece à Ucrânia.

O papel da Internet via satélite Starlink é crucial para a defesa da Ucrânia, uma vez que, por exemplo, ajuda os operadores de drones de reconhecimento a direcionar ataques de artilharia a forças russas.

Fedorov detalhou hoje que a importância do Starlink vai além do uso militar, permitindo que os soldados liguem para casa, bem como operações humanitárias e que o governo da Ucrânia continue a providenciar serviços eletrónicos aos cidadãos, mesmo em tempos de guerra.

Últimas Notícias