Guerra Rússia-Ucrânia

Britânico morre em combate em território ucraniano

Britânico morre em combate em território ucraniano
VALENTYN OGIRENKO

Governo britânico não adiantou pormenores sobre as causas e o local da morte.

Um britânico que viajou para a Ucrânia para combater na guerra foi morto, confirmou a sua família, solicitando apoio financeiro para repatriar o seu corpo.

Simon Lingard "infelizmente perdeu a vida na Ucrânia na segunda-feira, 7 de novembro", disse a sua família na plataforma de apelo de doações "GoFoundMe".

Um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico disse à agência de notícias France-Presse (AFP) que o Governo estava a "apoiar a família de um cidadão que perdeu a vida na Ucrânia", sem adiantar pormenores sobre as causas e o local da morte.

"Estamos em contacto com as autoridades locais sobre esta morte", acrescentou.

A família do combatente indicou que "o Exército ucraniano se ofereceu para o trazer de volta para Inglaterra", mas, sustentou, que precisa "de ajuda para lhe mostrar respeito e a adoração que merece, dando-lhe a melhor das despedidas".

Logo após a Rússia ter invadido a Ucrânia em fevereiro, o Reino Unido aconselhou os seus cidadãos a não viajar para local do conflito.

Vários veteranos do Exército britânico ou trabalhadores humanitários que, no entanto, viajaram para a Ucrânia perderam lá as suas vidas nos últimos meses.

Últimas Notícias