Guerra Rússia-Ucrânia

Ucrânia denuncia uso de mais de 400 drones kamikaze iranianos pela Rússia

Ucrânia denuncia uso de mais de 400 drones kamikaze iranianos pela Rússia
Vadym Sarakhan

Porta-voz da Força Aérea Ucraniana afirma que a maioria dos drones foi destruída.

Um porta-voz da Força Aérea Ucraniana denunciou esta quarta-feira a Rússia de ter lançado mais de 400 drones kamikaze de origem iraniana contra a infraestrutura da Ucrânia desde o início da guerra em 24 de fevereiro.

De acordo com Yurii Ignat, a maioria dos drones foi destruída. No entanto, o porta-voz reconheceu ser "impossível" destruir 100% dos veículos aéreos não tripulados.

"Tanto os mísseis de cruzeiro como o 'Shahed-136' foram criados para iludir os sistemas de defesa antiaérea, (...) os objetivos foram alcançados", disse Ignat na televisão Yedini Novini, segundo a agência de notícias Ukrinform.

Os serviços secretos ucranianos acusaram a Rússia de ter encomendado ao Irão os mísseis balísticos Fatá 110 e Zolfaghar, somando-se aos cerca de 120 mísseis Iskander que Moscovo já possui.

Últimas Notícias
Mais Vistos