Guerra Rússia-Ucrânia

Míssil russo poderá caído "por engano" em território polaco

Loading...

Gabriela Grzegorzak, cidadã polaca, contou à SIC Notícias qual o ambiente que se vive no país.

Duas pessoas morreram na sequência de um bombardeamento, junto à fronteira polaca com a Ucrânia. A notícia foi avançada pela rádio polaca ZET e, entretanto, o porta-voz do Governo polaco, Piotr Muller, anunciou que foi "convocado de urgência a Comissão do Conselho de Ministros para os Assuntos de Segurança e Defesa Nacional".

Em direto de Cracóvia, na Polónia, Gabriela Grzegorzak fala na existência de duas notícias paralelas que marcam a tarde desta terça-feira, sendo que a primeira é relativa à reunião "emergente do Conselho de Segurança Nacional" da Polónia “que já por si é grave”.

Afirma que esta notícia surgiu no momento em que se registou uma explosão numa zona polaca, localizada junto à fronteira com a Ucrânia, e que "tudo indica que foram restos de um míssil russo caíram" na Polónia.

Tudo aconteceu numa cidade que se localiza a apenas 10 quilómetro da fronteira com a Ucrânia, sendo por isso uma situação que era já expectável, diz Gabriela, acrescentando ainda que não é a primeira vez que ataques russos ameaçam o território polaco mas afirma "que ultimamente não houve quase nenhum".

Mas o que falta apurar?

Gabriela diz que é preciso perceber se o míssil caiu "por engano" em terras polacas ou se a sua trajetória foi "mudada pelo sistema de defesa ucraniano".

"Há uma cautela muito grande" entre os cidadãos polacos, contudo, refere que a população ainda não se mostrou preocupada com os recentes acontecimentos.

Últimas Notícias
Mais Vistos