Guerra Rússia-Ucrânia

Igor Klimenko designado como ministro do Interior ucraniano, após queda de helicóptero

Igor Klimenko designado como ministro do Interior ucraniano, após queda de helicóptero
Efrem Lukatsky

Igor Klimenko assumirá estas funções até que um novo nome para a tutela seja apresentado ao Parlamento.

O primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmigal, anunciou esta quarta-feira a nomeação de Igor Klimenko como ministro interino do Interior, após a morte esta quarta-feira do anterior responsável, Denys Monastyrskyi, na sequência da queda de um helicóptero.

Denys Shmigal informou que Igor Klimenko assumirá tais funções até que um novo nome para a tutela seja apresentado ao Parlamento, segundo a agência de notícias espanhola Europa Press.

"O Ministério do Interior é um dos ramos-chave da segurança do nosso país, pelo que são necessários os protocolos necessários para manter o controlo de todos os assuntos", disse Denys Shmigal, numa mensagem publicada na plataforma Telegram.

Klimenko era vice-ministro do Interior

Klimenko, que desempenhava as funções de vice-ministro do Interior e é chefe da Polícia Nacional da Ucrânia, foi um dos primeiros a comunicar a morte de Denys Monastyrskyi, juntamente com mais de uma dezena de pessoas, incluindo várias crianças, na sequência da queda de um helicóptero na cidade de Brovary, na região de Kiev.

Outras 29 pessoas ficaram feridas, incluindo 15 crianças, e foram transportadas para o hospital local.

Zelensky fala em “tragédia terrível”

Em reação aos acontecimentos, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, lamentou a "tragédia terrível" e expressou uma "dor indescritível".

O helicóptero, que se despenhou perto de um infantário e de um edifício residencial, transportava nove pessoas, incluindo algumas das mais altas figuras do Ministério do Interior. Além de Denys Monastyrskyi, estavam a bordo do aparelho o primeiro vice-ministro Yevhen Yenin e o secretário de Estado Yurii Lubkovych, que também não sobreviveram.

Representantes estavam a caminho da frente de combate

A Presidência ucraniana indicou esta quarta-feira que os representantes estavam a caminho da frente de combate.

"O objetivo deste voo [era ir] para um dos pontos quentes no nosso país, onde os combates estão a acontecer. O ministro do Interior estava a caminho", afirmou o chefe adjunto do gabinete da Presidência, Kyrylo Tymoshenko, na televisão ucraniana.

O helicóptero pertencia aos Serviços de Emergência da Ucrânia.

A queda do helicóptero está a ser investigada e todas as possíveis causas do incidente estão a ser equacionadas.

Numa reação, a coordenadora residente das Nações Unidas na Ucrânia, Denise Brown, declarou-se "profundamente triste" e enviou condolências "às famílias, ao Governo e ao povo da Ucrânia".

Últimas Notícias
Mais Vistos