Telescópio Hubble

Hubble fotografa o verão em Saturno e duas das suas luas

O Telescópio Espacial Hubble captou esta imagem de Saturno a 4 de julho de 2020.

NASA, ESA, A. Simon (Goddard Space Flight Center), M.H. Wong (University of California, Berkeley), and the OPAL Team

Também há verão num planeta gasoso e gelado com -177ºC de temperatura.

O Telescópio Espacial Hubble captou esta extraordinária imagem de Saturno durante o verão no hemisfério norte.

O Hubble captou esta imagem a 4 de julho de 2020, quando o gigante gasoso estava a 1350 milhões de quilómetros da Terra.

Mostra como é o verão no hemisfério norte de Saturno, que está virado para a Terra, onde é possível ver uma leve névoa avermelhada, que pode ser o resultado do aquecimento devido ao aumento da luz solar, o que pode afetar o gelo da atmosfera.

Olhando atentamente para a foto nota-se também um tom azul no polo sul, onde é inverno.

Duas das luas geladas de Saturno são claramente visíveis: Mimas à direita e Encélado na parte inferior.

O verdadeiro "Senhor dos Anéis"

Saturno é sobretudo de cor castanha amarelada devido ao fato de a atmosfera ser constituída principalmente por hidrogénio e hélio e vestígios de amoníaco, metano, vapor de água e hidrocarbonetos.

A temperatura média no planeta é de -177 graus Celsius, está a cerca de 1.429.400.000 quilómetros do Sol, quase 10 vezes mais longe do que a Terra.

Os seus incríveis anéis são constituídos principalmente por pedaços de gelo, com tamanhos variando de grãos minúsculos a rochas gigantes, mas permanece o mistério sobre como e quando se formaram.

Muitos cientistas acreditam que têm mais de 4 mil milhões de anos, a mesma idade de Saturno, mas como os anéis são tão brilhantes, há quem defenda que os anéis só surgiram depois, há algumas centenas de milhões de anos, quando os dinossauros percorreram a Terra.

Esta imagem é estudadas no âmbito do projeto Legado de Atmosferas de Planetas Externos (Outer Planets Atmospheres Legacy -OPAL)., projeto que visa o estudo dos padrões climáticos e da dinâmica atmosférica dos gigantes gasosos do nosso sistema solar, como é o caso de Saturno, um dos quatro planetas gasosos.

Hubble percorre o espaco há 30 anos

O Telescópio Espacial Hubble, uma parceria NASA/ESA, já anda há 30 anos a navegar pelo espaço e a deslumbrar-nos com o que "vê".