Isabel II

Velório da Rainha aberto ao público

Urna da Rainha Isabel II em Westminster, Londres / Dan Kitwood
Urna da Rainha Isabel II em Westminster, Londres / Dan Kitwood
Dan Kitwood

Caixão de Isabel II chegou esta quarta-feira ao Palácio de Westminster.

O caixão da Rainha Isabel II chegou, esta quarta-feira, ao Palácio de Westminster, em Londres, onde se realiza o velório até segunda-feira.

Após uma noite no Palácio de Buckingham, a urna saiu num Carro de Artilharia da Tropa do Rei e foi acompanhada a pé pelo Rei Carlos III e outros membros da família real.

Durante cinco dias, mais de um milhão de pessoas deverão prestar homenagem à Rainha antes do funeral de Estado, na segunda-feira.

O corpo de Isabel II foi depositado no Salão de Westminster [Westminster Hall], a parte mais antiga do edifício onde funciona o Parlamento britânico, cujas origens remontam ao século XI.

O caixão, fechado e coberto pelo estandarte real e pela Coroa Imperial do Estado, esfera e cetro, está colocado sobre uma plataforma elevada, conhecida como catafalco, e guardado continuamente por soldados de regimentos militares que servem o Rei.

A Rainha Isabel II ficará em repouso desde as 17:00 desta quarta-feira até às 06:30 de segunda-feira, 19 de setembro, data do funeral, e durante este período o salão estará aberto 24 horas por dia para membros do público passarem brevemente pelo caixão e expressarem respeito.

Preveem-se filas de vários quilómetros com tempos de espera que podem chegar a 30 horas, segundo a imprensa britânica.

População aguarda para ver o caixão da Rainha Isabel II
Stefan Rousseau - PA Images

Salão de Westminster, um local histórico

Ao longo dos séculos, no Salão de Westminster foram realizados banquetes, julgamentos, Reis foram empossados e destituídos, e a sala acolheu discursos de figuras históricas como o presidente francês Charles de Gaulle ou o sul-africano Nelson Mandela.

Foram velados neste espaço o primeiro-ministro britânico William Gladstone (1898), os Reis Eduardo VII (1910), Jorge V (1936), Jorge VI (1952) e o primeiro-ministro Winston Churchill (1965).

O último membro da família real a ficar em câmara ardente no Salão de Westminster foi a Rainha Mãe, em 2002, quando cerca de 200.000 pessoas fizeram fila para ver o caixão ao longo de três dias.

O Reino Unido cumpre atualmente um período de luto nacional por Isabel II, que morreu aos 96 anos em 08 de setembro, após mais de 70 anos de reinado, o mais longo da história do Reino Unido.

Após a morte da monarca, o seu filho primogénito assumiu aos 73 anos as funções de Rei como Carlos III.

Príncipes William e Harry lado a lado no cortejo fúnebre da Rainha Isabel II

Isabel II deixou, na tarde desta quarta-feira, o Palácio de Buckingham pela última vez. O cortejo fúnebre foi liderado pelo Rei Carlos III. Os filhos do Rei, William e Harry, caminharam lado a lado.

Londres despede-se de Isabel II. Sobre a urna vai a coroa imperial do Estado, usada por Isabel II quando regressou ao Palácio de Buckingham, depois da coroação. É deste palácio que sai pela última vez.

Loading...

A urna é transportada por uma carruagem de artilharia, coberta pelo estandarte real. Ao lado, uma coroa feita com pinheiro de Balmoral, lavanda de Windsor, rosas e dálias brancas.

Cortejo fúnebre é liderado pelo Rei Carlos III, com os filhos, Harry e William, logo atrás, lado a lado – uma demonstração de união, depois das conhecidas tensões dos últimos anos. Atrás, seguem outros membros da família real, militares e funcionários que trabalharam com a Rainha.

Kate, Camila e Meghan, que não fazem parte do protocolo, partilharam um carro até Westminster. Pelo caminho até à catedral, milhares de pessoas, em silêncio, prestaram a última homenagem a Isabel II. Salvas de canhão em Hyde Park e o Big Ben fez-se ouvir em intervalos de um minuto enquanto o cortejo fúnebre se aproximava de Westminster Hall.

Isabel II fica em Westminster onde será velada durante 5 dias. O funeral decorre na próxima segunda-feira.

Milhares de pessoas prestam última homenagem à Rainha

Em Westminster, depois do cortejo fúnebre, a Rainha Isabel II irá continuar a ser homenageada por milhares de pessoas. O Rei Carlos III já terá ido para sua casa e não se espera que regresse esta quinta-feira. O relato do correspondente da SIC, Emanuel Nunes.

O Rei Carlos III participou no cortejo fúnebre até Westminster, mas acabou por se dirigir a Highgrove House, onde vive juntamente com Camilla Parker-Bowles, a rainha consorte.

Loading...

Terá chegado perto das 17:00, sem grande aparato policial, avança a imprensa britânica. O Rei ia a conduzir o próprio veículo, acompanhado por duas viaturas da policia não identificadas.

Ao chegar à entrada de Highgrove House encontro um grupo de pessoas que prestava homenagem à Rainha e abrandou a marcha, para acenar aos cidadãos.

Carlos III deverá manter-se na sua residência oficial durante esta quinta-feira, uma vez que não há informação de compromissos na agenda do Rei britânico.

Últimas Notícias
Mais Vistos