Isabel II

Já se sabe quem vai ficar com os cães Corgi da Rainha Isabel II

Já se sabe quem vai ficar com os cães Corgi da Rainha Isabel II
Reprodução/Instagram
Acredita-se que a Rainha tenha tido mais de 30 cães da raça Corgi ao longo do reinado.

O príncipe André e a mulher, Sarah Ferguson, vão ficar a cuidar dos cães da raça Corgi, que eram da Rainha Isabel II, avança o The Guardian.

O Duque de Iorque é o terceiro filho da Rainha. Na imprensa britânica, especulava-se que fosse ele a ficar com os cães, uma vez que ofereceu alguns à mãe.

O número de cães que a Rainha tinha não era conhecido, mas, segundo a revista Newsweek, eram quatro: dois Corgis (Muick e Sandy), um Dorgi (um cruzamento entre um Corgi e um Dachsund chamado Candy) e um Cocker Spaniel (uma raça de cães britânica de porte médio, a Lizzie).

Com uma paixão assumida por cães, ao longo do seu reinado, acredita-se que a Rainha já tenha tido mais de 30 cães de raça Corgi, muitos deles descendentes da cadela que recebeu de presente de aniversário aos 18 anos, em 1944. Chamava-se Sue e viveu até 1959.

A história dos quatro cães

A cadela mais velha chama-se Candy e tem 13 anos. A raça é fruto de um cruzamento entre um Corgi e um Dachsund. Quando Isabel II fez 90 anos, decidiu não criar mais cães por temer que os deixasse enquanto eram novos. Contudo, voltou com a palavra atrás quando recebeu mais dois cães do filho André: Muick e Tergos - este último morreu inesperadamente passado três meses, pelo que o filho voltou a oferecer outra cadela de raça Corgi, a Sandy.

Lizzie é o membro mais novo dos quatro, uma raça de cães britânica de porte médio que chegou à Casa Real em janeiro deste ano.

Os cães ocupavam um lugar especial no coração da rainha Isabel II, pelo que apareciam em várias fotografias e em alguns retratos oficiais. Apareceram inclusive num vídeo onde a monarca desfilava ao lado do ator Daniel Craig, que interpretava a personagem James Bond, para a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Últimas Notícias
Mais Vistos