Isabel II

Delegação da China proibida de visitar câmara ardente de Isabel II em Westminster

Delegação da China proibida de visitar câmara ardente de Isabel II em Westminster
SOPA Images
Urna com o corpo da Rainha será depositada num jazigo no Castelo de Windsor.

Uma delegação do governo chinês foi proibida de entrar no local onde o corpo de Isabel II está em câmara ardente, no Palácio de Westminster, edifício do parlamento, em Londres, noticiou a BBC.

O presidente da Câmara dos Comuns, Lindsay Hoyle, rejeitou o pedido da delegação chinesa para prestar a homenagem à monarca devido às sanções do país asiático contra cinco deputados britânicos e dois lordes, de acordo com a estação pública britânica, que não foi confirmada oficialmente.

A notícia já tinha sido avançada na quinta-feira à noite pelo site Politico.

Polémica

No ano passado, a China impôs sanções de viagem e congelamento de bens a nove britânicos - incluindo sete deputados - por acusarem Pequim de maltratar a minoria étnica uigur na região chinesa de Xinjiang.

Em retaliação, Hoyle proibiu o embaixador chinês no Reino Unido de entrar no Parlamento, medida agora agora alargada à delegação chinesa que queria prestar os seus respeitos à Rainha na capela funerária.Segundo a imprensa chinesa, o vice-presidente chinês, Wang Qishan, deverá representar o país no funeral de Estado de segunda-feira, que terá lugar na Abadia de Westminster, perto do parlamento.

Em setembro passado, os Presidentes da Câmara dos Lordes, John McFall, e da Câmara dos Comuns, Lindsay Hoyle, informaram o embaixador chinês na China que ele não poderia comparecer no parlamento devido às sanções, medidas que Pequim qualificou como "desprezíveis e cobardes".

Um grupo de sete deputados e Lordes, incluindo antigos ministros conservadores como Iain Duncan Smith e Tim Loughton, exortou na quinta-feira o Ministério dos Negócios Estrangeiros a retirar o convite ao Presidente chinês Xi Jinping para o funeral, embora seja pouco provável que ele compareça.

O grupo considera que seria "totalmente inapropriado" que o governo chinês estivesse representado ao serviço devido ao seu registo em matéria de direitos humanos. Isabel II morreu a 08 de setembro aos 96 anos no Castelo de Balmoral, na Escócia, após mais de 70 anos no trono, o mais longo reinado da história do Reino Unido.

Após a morte da monarca, o filho primogénito assumiu aos 73 anos as funções de rei como Carlos III.Um funeral de Estado com a presença de dezenas de chefes de Estado e de governo internacionais terá lugar na segunda-feira na Abadia de Westminster, em Londres.

A urna com o corpo da Rainha será finalmente depositada, durante um evento privado para reservado à família, num jazigo no Castelo de Windsor onde se encontram os restos mortais dos pais e da irmã, e para onde será transferido o caixão do marido, príncipe Filipe, que morreu aos 99 anos em 2021.

Últimas Notícias
Mais Vistos