Orçamento do Estado

Catarina Martins desafia PS a aprovar proposta do BE para fim dos vistos gold

Catarina Martins desafia PS a aprovar proposta do BE para fim dos vistos gold
SOPA Images

A coordenadora do BE critica o Governo por ter anunciado medidas todos os dias, que não se encontram no Orçamento de Estado para o próximo ano.

A coordenadora do BE defendeu esta quarta-feira que, se as palavras do primeiro-ministro sobre vistos gold "forem para levar a sério", o PS deve aprovar a proposta dos bloquistas para acabar com este regime no âmbito do Orçamento do Estado.

"Eu registo que o senhor primeiro-ministro todos os dias tem anunciado medidas que não pôs no Orçamento do Estado, mas eu queria sossegar o PS. O Bloco de Esquerda vai propor o fim dos vistos gold neste Orçamento do Estado, como já fez em orçamentos do estado passados", disse Catarina Martins aos jornalistas à margem da concentração de professores em frente à Assembleia da República, em Lisboa.

Na opinião da líder bloquista, "se as palavras do senhor primeiro-ministro forem para levar a sério, o PS tem uma boa opção que é aprovar a medida do BE para o fim dos vistos gold".

PROGRAMA RESPONSÁVEL PELO AUMENTO DO PREÇO DA HABITAÇÃO

Em causa estão as declarações desta manhã de António Costa de que o Governo está a avaliar o fim dos vistos gold.

Defendendo que este regime é "não só uma forma de fazer do nosso país cúmplice de corrupção internacional" ou de "lavagem do dinheiro", Catarina Martins referiu que este é também responsável pelo aumento dos preços da habitação em Portugal.

"Registo também que o primeiro-ministro diz que terá novos incentivos a que pessoas com muito dinheiro do resto do mundo possam comprar casas em Portugal", acrescentou.

Catarina Martins quer "um país aberto, em que todos são bem-vindos, mas em que as pessoas com salários ganhos em Portugal possam pagar uma casa".

"O que o Governo está a anunciar é que vai continuar com regimes de privilégio para os muito ricos que vão continuar a fazer com que os preços das casas disparem e quem trabalha com um salário no nosso país continue a não ter esse direito básico à habitação. Não aceitamos uma troca de regimes de privilégio por outros regimes de privilégio", avisou.

Em síntese, para a coordenadora do BE "acabar com os vistos gold é uma ótima notícia, seja ela verdade e vote o PS a proposta do Bloco porque o Governo não propõe no orçamento acabar com os vistos gold".

Esta manhã, depois de uma visita à Web Summit, António Costa foi questionado sobre o regime fiscal especial destinado aos chamados "nómadas digitais".

Últimas Notícias