Orçamento do Estado

Partidos batem recorde com Orçamento do Estado e Chega foi o maior responsável

Partidos batem recorde com Orçamento do Estado e Chega foi o maior responsável
MÁRIO CRUZ/ LUSA

A 21 de novembro arranca a discussão do documento na especialidade em plenário.

Os partidos com assento parlamentar entregaram mais de 1.600 propostas de alteração à proposta de lei do Orçamento do Estado para 2023.

De acordo com o site da Assembleia da República, até cerca das 19:30 foram entregues no total 1.694 propostas de alteração, acima das mais de 1.400 propostas entregues no âmbito da discussão do Orçamento do Estado para 2022.

Até àquela hora, o Chega foi o partido que apresentou o maior número de propostas este ano: 491 propostas de alteração. Seguem-se o PCP, que entregou 392 propostas de alteração, e o PSD, com 255 propostas apresentadas. Já o PAN entregou 207 propostas de alteração, enquanto o Bloco de Esquerda apresentou 152 propostas.

Deram ainda entrada nos serviços do parlamento 136 propostas do Livre e 38 do PS. Por sua vez, a Iniciativa Liberal foi o partido com o menor número de propostas apresentadas: 26.

A proposta de OE 2023 foi aprovada na generalidade, a 27 de outubro, na Assembleia da República apenas com os votos a favor do PS e abstenções dos deputados únicos do PAN e do Livre.

A votação final global do diploma está marcada para 25 de novembro, mas antes, a 21 de novembro, arranca a discussão do documento na especialidade em plenário, estendendo-se por toda a semana, com debate de manhã e votações à tarde, como habitualmente.

Últimas Notícias
Mais Vistos