Orçamento do Estado

PAN vai manter abstenção na votação final global do OE 2023

PAN vai manter abstenção na votação final global do OE 2023
ANTONIO PEDRO SANTOS/Lusa
A deputada única do PAN defendeu que as opções do Governo "apesar de trazerem avanços, contêm defeitos e insuficiências".

A deputada única do PAN anunciou hoje que se vai abster na votação final global do Orçamento do Estado para o próximo ano (OE2023) e defendeu que as opções do Governo "apesar de trazerem avanços, contêm defeitos e insuficiências".

Na intervenção no encerramento do debate do OE2023, Inês de Sousa Real defendeu que, "para o PAN, fazer a diferença passa por, nas opções orçamentais que vão reger a vida do país no próximo ano, tentar inscrever a sua marca".

"Fizemo-lo com a consciência tranquila de quem não teve de deixar cair bandeiras ou não teve de abdicar dos seus princípios fundamentais", apontou, salientando algumas das propostas que viu aprovadas.

A porta-voz do PAN afirmou, no entanto, que "o caminho não deveria ficar por aqui" e que indicou que não confunde "a abertura negocial com o PS com uma adesão cega a um orçamento e opções políticas que, apesar de trazerem avanços, contêm defeitos e insuficiências que estão longe de dar às pessoas, ao ambiente e aos animais a resposta que precisavam".

"É por isso que o PAN mantém a sua votação inicial de abstenção porque há um caminho a fazer, mas não nos demitimos do nosso papel responsável enquanto força política do espetro democrático", anunciou.

Últimas Notícias
Mais Vistos