Vacinar Portugal

Covid-19: 20 a 30 mortes diárias em janeiro se ritmo de vacinação não aumentar

Valor é dez vezes menor que os números do início deste ano.

Os matemáticos dizem que a vacinação tornou mais difícil fazer previsões, contudo, garantem que o acontecerá não terá comparação com janeiro passado, prevendo-se 20 a 30 mortes diárias se o ritmo de administração da terceira dose da vacina não aumentar.

No mês de novembro, contam-se, em média, mil e 500 casos diários, quatro a cinco vezes menos do que há um ano.

A vacinação tem feito toda a diferença, contudo, é preciso acelerar o ritmo de administração da terceira dose da vacina.

Pelas contas do matemático Henrique Oliveira, no pior dos cenários - ou seja, a manter-se o ritmo atual da terceira dose -, poder-se-ão contar 20 a 30 mortes diárias em janeiro de 2022.

Saiba mais