A vacinação em Portugal e no Mundo

Boris Johnson: "A prioridade é vacinar o maior número de pessoas"

Primeiro-ministro britânico agradece às pessoas que se têm apresentado para ser vacinadas.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, sublinha que é unânime que os benefícios da vacinação são superiores aos riscos e que a prioridade é dar às pessoas proteção contra o vírus.

"A prioridade é vacinar o maior número de pessoas em todo o Reino Unido", diz o primeiro-ministro.


Regulador britânico desaconselha vacina da AstraZeneca a pessoas com menos de 30 anos

O regulador britânico para a vacinação recomendou esta quarta-feira que a vacina da AstraZeneca não deve ser administrada a pessoas com menos de 30 anos. As pessoas entre os 18 e os 29 anos vão receber, sempre que possível, outra vacina.

Quem já tomou a primeira dose da AstraZeneca, nesta faixa etária, deverá tomar a segunda dose, exceto se tiver sido vítima de coágulos sanguíneos, como conta o correspondente da SIC em Londres, Emanuel Nunes.

A recomendação foi feita esta quarta-feira à tarde e deve-se ao facto de terem sido reportados alguns casos de coágulos sanguíneos no cérebro. Embora sejam raros, o comité britânico afirma que, "com base em provas e na informação disponível é aconselhado que seja oferecida uma alternativa à vacina da AstraZeneca a jovens e adultos com menos de 30 anos".

Mas as autoridades de saúde continuam a dizer que os benefícios continuam a ser "substancialmente superiores aos riscos" e que os casos de coágulos sanguíneos são extremamente raros

Até ao dia 30 de março, o Reino Unido administrou 20 milhões de doses da vacina da AstraZeneca, desses 20 milhões, as autoridades de saúde registaram 79 casos de coágulos sanguíneos após a primeira dose: 51 surgiram em mulheres e 28 em homens. Dos 79 casos, foram registadas 19 mortes.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão