Os números da Covid-19

Portugal com mais duas mortes e 271 novos casos de covid-19

Lisboa

Canva

O Rt - índice de transmissibilidade - continua a subir e está em 1,04 a nível nacional e 1,03 no território continental.

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais duas mortes e 271 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16.918 mortes e 827.765 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 25.784 casos, menos 176 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 479 doentes, mais 13 do que no domingo.

Nos cuidados intensivos estão 119 doentes, mais 6 que ontem.

Os dados indicam ainda que mais 445 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 785.063 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 18.230 contactos, mais 488 relativamente ao dia anterior.

Rt continua a subir

O Rt - índice de transmissibilidade - subiu hoje para 1,04 a nível nacional e para 1,03 no território continental.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam também uma subida para 70,0 casos por 100.000 habitantes e 67,4 casos por 100.000 habitantes se for considerado apenas o continente.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Estes indicadores são os critérios definidos pelo Governo para a avaliação contínua do processo de desconfinamento iniciado em 15 de março.

Em 11 de março, na apresentação do plano de desconfinamento, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as medidas da reabertura serão revistas sempre que Portugal ultrapassar os "120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias" ou sempre que o Rt - o número médio de casos secundários que resultam de um caso infetado pelo vírus - ultrapasse 1.

DADOS POR REGIÃO

A maioria dos casos diagnosticados nas últimas 24 horas (70) foi na região Norte, onde já foram infetadas 332.482 pessoas.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, foram registados mais 60 casos (313.675 no total), na região Centro mais 18 (117.808desde março de 2020), no Algarve 21 novos casos (total de 21.167), no Alentejo 52 (29.398 no total).

Nos Açores, foram registados mais 23 casos (total de 4.373) e 27 novas infeções na Madeira (8.862 desde o início da pandemia).

Das duas mortes registadas das últimas 24 horas, uma aconteceu na região Norte, onde já morreram 5.322 pessoas com covid-19, e outra na região de Lisboa e Vale do Tejo, fazendo aumentar o total de mortes para 7.171.

Desde o início da pandemia em Portugal, em março do ano passado, foram atribuídas à covid-19 3.003 mortes na região Centro, 970 no Alentejo, 355 no Algarve, 68 na Madeira e 29 nos Açores.

DADOS POR GÉNERO E FAIXA ETÁRIA

O SARS-CoV-2 já infetou em Portugal pelo menos 452.224 mulheres e 375.245 homens, com 296 casos de sexo desconhecido sob investigação, uma vez que esses dados não são fornecidos de forma automática.

A maior parte dos casos confirmados de contágio aconteceu na faixa etária entre os 40 e os 49 anos.

A covid-19 vitimou em Portugal 8.888 homens e 8.030 mulheres, de acordo com o relatório, que indica que a maioria das mortes aconteceu na faixa etária acima dos 80 anos.

Covid-19. Vacina da Janssen deverá chegar a Portugal esta semana

A vacina da Janssen contra a covid-19 deverá chegar a Portugal já esta quarta-feira. A notícia foi avançada por Luís Marques Mendes, no habitual espaço de comentário no Jornal de Domingo da SIC.

Marques Mendes disse que 800 mil doses desta vacina vão chegar durante o mês de abril. Até ao fim do ano Portugal deverá receber 4,5 milhões de doses da vacina da Janssen, avança o comentador da SIC.

Esta vacina é de apenas uma toma e as condições de armazenamento são menos complexas.

Autoridades admitem que 2.ª dose da AstraZeneca pode ser substituida por outra vacina

A Comissão Técnica de Vacinação contra a covid-19 da Direcção-Geral da Saúde (DGS) admite que, abaixo dos 60 anos, quem recebeu a primeira dose da vacina AstraZeneca poderá receber a segunda dose de qualquer outra marca, noticia a TSF.

Citando declarações de um dos membros da comissão técnica, Luís Graça, a rádio TSF explica que esta é uma hipótese que ainda está em estudo e que a DGS ainda aguarda estudos para que seja tomada uma decisão.

"Todas as vacinas usam a mesma proteína, pelo que do ponto de vista da imunologia, à partida, será equivalente a resposta imunitária induzida com uma vacina de uma marca diferente", explica Luís Graça.

Na semana passada, a DGS passou a recomendar que esta vacina fosse administrada apenas a pessoas acima dos 60 anos. Segundo a TSF, cerca de 200 mil portugueses, de várias idades, já foram vacinados com a primeira dose desta vacina.

Os números da vacinação em Portugal

Segundo os dados divulgados na semana passada, perto de 580 mil pessoas têm a vacinação completa contra a covid-19, o que representa 6% da população, das quais cerca de 300 mil idosos com 80 ou mais anos.

Segundo o relatório semanal da DGS, 579.069 portugueses já receberam as duas doses da vacina contra o SARS-CoV-2.

O relatório, com dados até dia 04 de abril, indicava que tinham sido vacinadas com a primeira dose 1.334.338 pessoas (13% da população).