Os números da Covid-19

Portugal com mais de 23 mil novos casos de covid-19 em 24 horas

Portugal com mais de 23 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
Armando Franca

O último balanço da DGS.

Portugal contabiliza este sábado mais 21 mortes e 23.290 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais novos casos diagnosticados nas últimas 24 horas, num total de 9.549, seguindo-se o Norte (8.587), o Centro (2.744), a Madeira (858), o Algarve (628), o Alentejo (621) e os Açores (303).

Das 21 mortes, sete ocorreram na região Norte, seis no Centro, quatro em Lisboa e Vale do Tejo, uma no Alentejo, uma no Algarve, uma na Madeira e uma nos Açores.

O boletim da DGS revela que estão internados 1.023 doentes, menos 1 do que na sexta-feira. Nos cuidados intensivos estão 142 doentes, menos três.

Estão ativos no país 196.223 casos, mais 17.511 em relação a sexta-feira.

Os dados indicam ainda que mais 5.758 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 1.197.737 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 173.314 contactos, mais 3.755 relativamente ao dia anterior.

Comparação entre 1 de janeiro de 2021 e de 2022

Comparativamente com a situação registada em Portugal no mesmo dia há um ano, o país tem este sábado mais 16.339 novos casos de infeção - contabilizaram-se 6.951 novos casos em 1 de janeiro de 2021 - e mais 121.234 casos ativos (há um ano totalizavam 74.989).

Nesta comparação, o número de internamentos é significativamente inferior, uma vez que há um ano estavam internadas 2.806 pessoas, 483 das quais em cuidados intensivos, havendo também agora menos óbitos (no mesmo dia de 2021, o boletim da DGS contabilizava 66 mortes nas 24 horas anteriores).

Dados por faixa etária

Segundo os dados da DGS, sete dos 21 óbitos foram de idosos com mais de 80 anos, outros sete da faixa etária entre os 70 e os 79 anos, cinco entre os 60 e 69 anos, um entre os 50 e os 59 anos e outro entre os 30 e 39 anos.

O maior número de óbitos desde o início da pandemia concentra-se nos idosos com mais de 80 anos (12.305), seguindo-se as faixas etárias entre os 70 e os 79 anos (4.111) e entre os 60 e os 69 anos (1.748).

A maior parte dos novos casos diagnosticados situa-se no grupo etário entre os 20 e os 29 anos (4.379), seguido das faixas entre 40 e 49 anos (4.284), entre 30 e 39 anos (3.974), entre 50 e 59 anos (3.466), entre 10 e 19 anos (2.715), entre os 60 e os 69 anos (1.770), até aos 09 anos (1.388), entre 70 aos 79 anos (830) e dos idosos com mais de 80 anos (488).

Mais de 400 mil testes à covid-19 realizados num só dia

Mais de 400 mil testes foram realizados quinta-feira, um novo máximo diário desde o início da pandemia, que eleva para 26,5 milhões os despistes da covid-19 feitos em Portugal, anunciou a task force da testagem.

"Portugal atingiu, na passada quinta-feira, um novo máximo de testagem diária com 402.756 testes realizados (taxa de positividade de 9,2%), dos quais 307.698 (76%) foram testes rápidos de antigénio (TRAg) de uso profissional", adiantou a mesma fonte em comunicado.

Desde 1 de dezembro, foram realizados mais de cinco milhões de testes, incluindo cerca de 3,6 milhões de TRAg, um valor que está relacionado com a necessidade determinada pelo Governo de apresentação de um resultado negativo para o vírus SARS-CoV-2 no acesso a vários serviços ou locais e com o aumento de pontos de testagem no país.

LINKS ÚTEIS

MAPA COM OS CASOS A NÍVEL GLOBAL

Últimas Notícias
Mais Vistos