Mundo

Greta Thunberg está de regresso à Europa com convites para passar por Portugal

Greta Thunberg

A jovem ativista vai fazer a segunda travessia do Atlântico, à boleia de um casal de YouTubers.

A Comissão de Ambiente da Assembleia da República aprovou por unanimidade o convite à jovem ativista sueca Greta Thunberg. O segundo convite foi endereçado pelo movimento português Greve Climática Estudantil (GCE), enquadrado no Fridays For Future.

O presidente da comissão, José Maria Cardoso explica que a vontade de receber a jovem de 16 anos já vem da anterior legislatura e que é agora mais possível, uma vez que a ativista vai participar em dezembro numa conferência das Nações Unidas sobre alterações climáticas em Madrid.

Falta ainda a deliberação do presidente da Assembleia da República. Só depois da decisão de Ferro Rodrigues é que o convite será endereçado à jovem sueca para agendar uma data.

Carta a Greta para vir a Lisboa a caminho de Madrid

O movimento estudantil português Greve Climática Estudantil (GCE), movimento enquadrado no Fridays For Future iniciado pela jovem sueca, enviou-lhe uma carta a convidá-la para passar por Lisboa e aguarda resposta.

Regresso à Europa à boleia

Depois de 11 semanas na América, onde chegou após uma travessia do Atlântico num veleiro, Greta Thunberg regressa também num barco, porque recusa viajar de avião devido ao impacto ambiental.

Amanhã, quarta-feira, partirá de Virginia, nos EUA, à boleia do catamarã La Vagabonde que transporta os YouTubers australianos Riley Whitlum e Elayna Carausu e a britânica Nikki Henderson.

Nos EUA ainda há quem negue as alterações climáticas

Antes de deixar os Estados Unidos, onde esteve nas últimas 11 semanas, Greta Thunberg deixou um novo alerta sobre as alterações clímáticas.

Diz que na maior economia do mundo ainda há pessoas que negam a existência de uma crise climática.