Mundo

Donald Trump considera que "se calhar nunca" se saberá "os resultados destas eleições"

Presidente dos Estados Unidos acredita que a votação universal por correio será catastrófica para a democracia.

Há semanas que Trump tem vindo a fazer campanha contra o voto por correio, uma prática que as autoridades de uma dúzia de estados estão a promover como uma medida extraordinária face à pandemia do novo coronavírus.

Trump deu a entender que o envio "indiscriminado" de votos é uma estratégia da oposição, dizendo ser uma prática que ocorre "em áreas democráticas e não republicanas". O Presidente dos Estados Unidos reitera que haverá uma fraude maciça nas eleições de 3 de novembro.

"É um desastre, estão a enviar 51 milhões de votos pelo correio para pessoas que nem sequer os pediram (...). Podem estar mortos, quem sabe", acusou Trump, insistindo que "esta é a eleição mais fraudulenta da história" dos Estados Unidos.

Nas eleições presidenciais, Donald Trump enfrentará Joe Biden, que lidera as sondagens nas intenções de voto.

Veja também: