Mundo

Papa pede proteção dos valores democráticos nos EUA e diz que violência é "autodestrutiva"

Gregorio Borgia

"A violência é autodestrutiva, sempre. Nada se ganha e perde-se sempre"

O Papa apelou hoje à proteção "dos valores democráticos" e recordou que a violência é "autodestrutiva", em alusão ao recente assalto ao capitólio em Washington, por parte de uma multidão de seguidores do Presidente cessante, Donald Trump.

"A violência é autodestrutiva, sempre. Nada se ganha e perde-se sempre", afirmou o Papa Francisco, no final da oração do Ângelus, a partir da biblioteca do Palácio Apostólico do Vaticano.

"Saúdo o povo dos Estados Unidos por causa do recente cerco ao Congresso e rezo pelas cinco pessoas que perderam a vida durante esses momentos dramáticos", acrescentou o chefe da Igreja Católica, citado pela agência de notícias espanhola Efe.

Francisco exortou ainda as autoridades Estaduais e toda a população a manter "um alto sentido de responsabilidade, a fim de se acalmar os ânimos, promover a reconciliação nacional e proteger os valores democráticos profundamente enraizados na sociedade norte-americana".