Mundo

O cortejo, a rainha, o Land Rover alterado e os primos alemães. Como vai ser o funeral do príncipe Filipe

Cerimónia realiza-se este sábado no Castelo de Windsor.

Este sábado à tarde, o Castelo de Windsor acolhe o funeral do príncipe Filipe. Uma cerimónia longe de ser consensual na população britânica.

A cerca de 40 quilómetros do centro de Londres, em período de pandemia, o Castelo de Windsor tem sido a residência da rainha e do príncipe. O corpo de Filipe está há uma semana na capela privada.

Este sábado, o caixão é transportado a bordo de um Land Rover alterado sob sugestões feitas pelo próprio, antes de morrer. Atrás, os quatro filhos e três netos de Filipe, incluindo William e Harry.

O percurso de 20 minutos e poucas centenas de metros, termina na capela de São Jorge às 15:00. No interior, a assistirão apenas família direta e três primos da nobreza alemã. São 30 pessoas em vez das 800 previstas no plano pré-pandemia.

Transmitida em directo pela televisão, a cerimónia vai mostrar também a rainha Isabel II, a mulher que foi acompanhada durante 73 anos por este homem de quem se despede pela última vez.

  • Investir agora na infância para poupar no futuro

    Desafios da Mente

    Assegurar o desenvolvimento saudável de todas as crianças é essencial para as sociedades que procuram alcançar o seu pleno potencial sanitário, social e económico. A prevenção da adversidade precoce deve ser uma preocupação diária e não apenas assunto no mês de abril, mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Os Governos, as famílias, as comunidades e as organizações devem ser envolvidas a fim de alcançar estes objetivos.