Mundo

Adolescente abatida pela polícia nos EUA quando tentava esfaquear uma mulher

Polícia divulgou o vídeo da câmara corporal do agente que disparou para mostrar o que aconteceu.

Minutos antes de ser conhecido o veredito que considerou Derek Chauvin culpado, a cerca de 1.200 quilómetros, no Ohio, um agente da polícia disparou contra uma adolescente que acabou por morrer.

Tendo em conta o caso Floyd e para contextualizar o incidente, a polícia da cidade de Colombus divulgou, de imediato, o vídeo da câmara corporal do agente que fez o disparo.

Passavam dois minutos das 16:30 horas (hora local) quando a polícia recebeu um pedido de socorro: alegadamente mulheres estavam a ameaçar esfaquear várias pessoas.

Ao chegar ao local, os agentes depararam-se com uma situação complicada no exterior de uma casa. Nas imagens da câmara do agente, é possível ver uma jovem, armada com uma faca, a dirigir-se para uma primeira mulher, aparentemente com o intuito de a esfaquear, o que não consegue fazer, acabando a vítima por cair no chão.

A agressora dirige-se, depois, para uma segunda mulher já com um agente da polícia a mandá-la baixar-se. Em câmara lenta é percetível a faca na mão da agressora, bem como a tentativa que faz para a esfaquear. É, nesse momento, que o agente dispara a arma e deixa ferida a jovem com quatro tiros. A adolescente ainda foi assistida pelos serviços de emergência, mas acabou por morrer no hospital.

A polícia justifica a rápida divulgação deste vídeo com o desejo de haver transparência sobre o que aconteceu. Na conferência de imprensa, a polícia de Columbus não deixou de sublinhar que a lei estadual permite que a polícia use força letal para se proteger ou proteger outras pessoas, acrescentando que os investigadores vão agora determinar se o tiroteio foi um desses casos.

Nas ruas da cidade, vários manifestantes protestaram contra a violência policial logo que o incidente foi tornado público.

  • 1:55