Mundo

Milhares de crianças migrantes tentam passar a fronteira dos EUA sozinhas

Promessa do Presidente Joe Biden de mais vistos levou ao aumento do fluxo.

Aos Estados Unidos continuam a chegar milhares de crianças vindas, sobretudo, das Honduras, El Salvador e Guatemala. Desde que Joe Biden prometeu mudar a política de imigração e conceder mais vistos, são cada vez mais os menores que passam a fronteira sozinhos.

As autoridades norte-americanas, acusadas de obrigarem os menores a viverem em centros, sem quaisquer condições de segurança e higiene, começaram a construir novas instalações para acolherem os migrantes mais jovens.

Os agentes que patrulham as águas do Rio Grande, no Texas, na fronteira entre os Estados Unidos e o México, salvaram mais duas crianças que se escondiam junto às margens. São dois rapazes, de 7 e 13 anos, sozinhos, como tantos outros que nas últimas semanas têm tentado passar para o lado norte.

Um quinto da população atual dos Estados Unidos - quase 86 milhões de pessoas - nasceu noutra nação, e só no último ano, mais de 800 mil imigrantes pediram a naturalização norte-americana.