Mundo

Guerra entre Israel e Hamas poderá estar "na reta final", mas ainda se esperam "confrontos importantes"

Henrique Cymerman, correspondente da SIC no Médio Oriente, faz análise do oitavo dia da quarta guerra entre Israel e o Hamas.

Esta segunda-feira foi o oitavo dia de combates entre Israel e o Hamas, na Faixa de Gaza e no território israelita.

Na última semana, a força aérea israelita atacou duas mil vezes alvos do Hamas e da Jihad Islâmica, lançou toneladas de explosivos e destruiu dezenas de quilómetros de túneis contruídos pelo Hamas. Israel matou ainda o líder do braço armado da Jihad Islâmica, do norte de Gaza. Já o Hamas e a Jihad Islâmica lançaram sobre Israel 3.150 rockets.

Biden e Merkel apoiam o direito de Israel a defender-se, mas começam a pressionar para se conseguir uma trégua. Como explica Henrique Cymerman, em Israel fala-se de uma possível trégua dentro de dois a três dias. O correspondente da SIC acrescenta ainda que a guerra poderá estar "na reta final", mas ainda se esperam "confrontos importantes".

Para esta terça-feira está marcada uma greve geral na Cisjordânia, convocada pelo movimento nacionalista de autoridade palestiniana, o rival do Hamas, que tentam ganhar algum terreno e apoio político.

Veja também: