Mundo

Ceuta. Jovens migrantes escondem-se na mata para evitar a deportação

Enviados SIC

A reportagem é dos enviados da SIC.

Um jovem morreu, em Ceuta, ao tentar saltar o muro de acesso ao porto. Muitos estão dispostos a arriscar a vida para entrar em solo europeu. Os migrantes escondem-se na cidade para tentar fugir à policia e à deportação.

Têm entre 15 e 17 anos e escondem-se da polícia para não serem levados para o centro de acolhimento de menores. Vêm todos da mesma cidade Marroquina e querem atravessar o muro para poder chegar aos portos que dão acesso à Europa.

Nas aldeias, procuram no lixo tudo o que possa dar algum conforto para passara noite na mata onde se escondem. Não contam ficar em Ceuta por muito tempo e não querem regressar a Marrocos.

Muitos tentam trepar o muro para passar aceder ao porto e chegar a Espanha continental. Mas a presença da polícia impede que muitos consigam concretizar o objetivo.

A polícia nacional de Espanha e a Guarda Civil andam numa correria a tentar chegar aos mais de 700 menores que se presume estejam sozinhos em Ceuta. Alguns dos jovens queixam de ter sido agredidos pelas autoridades.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros