Mundo

Depois do recorde de temperatura de 49,6ºC, vila canadiana atingida por fogos florestais

Reuters

"A vila inteira está em chamas", diz o autarca de Lytton que está a ser evacuada devido aos incêndios florestais.

Um incêndio florestal no meio de uma onda de calor recorde no oeste do Canadá levou as autoridades a ordenar aos residentes que abandonem a vila de Lytton, na Colúmbia Britânica, que bateu o recorde do país de temperatura mais alta durante três dias consecutivos esta semana.

O autarca de Lytton, Jan Polderman, emitiu a ordem de evacuação na quarta-feira, dizendo no Twitter que o incêndio estava a ameaçar as estruturas e a segurança dos residentes da comunidade, que fica a 153 quilómetros a nordeste de Vancouver.

"Todos os residentes são aconselhados a deixar a comunidade e ir para um local seguro ″, disse Polderman em entrevista à CBC News.

O autarca referiu que a situação era terrível para a comunidade de 250 pessoas.

“A vila inteira está em chamas. Demorou 15 minutos desde o primeiro sinal de fumo para, de repente, haver fogo por toda parte.”

A ordem de evacuação foi emitida cerca de uma hora depois do início do incêndio:.As estradas ao norte e ao sul da vila foram fechadas e os bombeiros estão a combater as chamas noutras áreas.

A temperatura de Lytton esteve nos 39ºC na quarta-feira, valor mais abaixo que na terça-feira, quando a vila registou um recorde no Canadá: 49,6ºC.